Mariana Gouvêa: Por Yoo Mag Conteúdos Criativos

Mariana Gouvêa.

Me chamo Mariana Gouvêa e sou uma Beauty artist, que é uma das profissões mais badaladas no momento nas redes sociais.

Formação e Profissão

Formada pela Mac onde trabalhei por muitos anos, tenho experiência em desfiles como Spfw, trabalhando com os melhores na área, trabalhei em TV e hoje, moro em Florianópolis.

Trabalho com marcas de moda, fotógrafos que fazem lifestyle, corporativos e família, faço eventos, ministro cursos.

Com essa valorização de artistas que são responsáveis em ressaltar a beleza de mulheres e marcas, nas redes sociais, várias pessoas mostram seus talentos se maquiando e maquiando outras pessoas.

Eu como maquiadora há mais de 16 anos, logo vejo um contraponto preocupante. O profissional da beleza, como outras atividades profissionais que hoje são desenvolvidas de formas aleatória nas redes, estão perdendo sua credibilidade.

Afinal, com tantas pessoas se intitulando experts sem ter estudado e ou trabalhado na área. Conheço casos de pessoas que nem mesmo maquiaram outras pessoas, sem ser elas mesmo.

Outra coisa que me assusta é ver a caracterização de pessoas, seguindo modelos e padrões que hoje se fazem tendência nas redes.

Assim vejo uma grande parte das pessoas vivendo em uma ilusão, se sentindo bonita só quando estão maquiadas, com suas feições distorcidas, que para elas são o que realmente deviam ser.

Mercado

Mas hoje sei que existe um nicho de mercado, que vem crescendo cada dia mais, de pessoas que buscam se reconhecer como são, valorizando suas feições de forma natural, fazendo da beleza um caminho e aceitação.

Meu trabalho é todo voltado a peles reais, mulheres reais. Cores, traços, texturas e formas que transmitam sentimentos, trazendo também a singularidade de cada pessoa e persona (falando de marca).

Com a moda dos filtros, acabei criando um onde não muda absolutamente nada apenas com ilustrações e citações como: “Eu nasci assim, eu cresci assim. Eu sou mesmo assim e me amo assim”.

Propósito

Para mim o propósito de vida é fazer o que amo compartilhando esse amor! Tem mais haver com o que você faz pelo outro, do que você faz por você.

Inspiração

Tenho dificuldade entretanto em falar não quando eu que posso decepcionar o outro, mas tento trazer de forma amorosa pois sei que “os nãos” que recebi na minha vida me inspiraram a conquistar o que ninguém acreditou que seria capaz, sou mais forte e feliz por “eles”.

Vida saudável

Acho no entanto que ter uma vida saudável tem muito haver com estar alinhada ao seu propósito, buscando o equilíbrio do corpo, mente e espírito.

Morar na praia

Morar na praia faz de mim uma pessoa mais leve , de gosto simples, comida comprada na feira e feita em casa, andar de bike pelo bairro, fazer yoga e jogar futevôlei na praia.

Trabalhar com pessoas que admiro, cuidar dos meus filhos cachorros e encontrar final de tarde com minhas amigas para tomar um chimas.

Alimentação

Sobre minha alimentação procuro sempre comprar de produtores locais, de preferência alimentos orgânicos e menos industrializados.

Não me restrinjo no que vou comer, e sim, tento equilibrar uma boa alimentação natural e de vez em quando comer umas besteirinhas como chocolate e queijo, pois sou mineira raiz!

O maior conselho que deixarei para meus filhos, que estão por vir: Que nada é em vão, tudo é aprendizado.

Estamos nesse mundo para aprender a se relacionar uns com os outros, que o caminho do amor, com amor e com uma comunicação amorosa faz a vida ser mais leve.

Para mim o sentido da vida, o motivo de estar viva é amar, compartilhar e aprender!

Pandemia

A pandemia só reafirmou a valorizar a vida simples, os momentos alegres do cotidiano. Acordar com o barulho dos pássaros, não precisar de muitas roupas e nem de restaurantes caros para comer bem!

Portanto eu e meu parceiro estamos muito mais conectados sem tantas distrações externas, os dois em home office, se ajudando com os deveres da casa e se curtindo nos momentos de pausa, entre um trabalho outro.

O que me deixa triste com certeza são às vidas perdidas e a falta de empatia a saúde do próximo.

É um momento delicado, mas onde precisamos pensar no coletivo e tentar reavaliar estilos de vida egoístas e não compatíveis com um mundo, que precisa de saúde! Não só os serem humanos, como toda a Terra!

Livros e filmes

O livro que mais indico para todos é um best-seller antigo mas que abriu meus olhos sobre a forma de entender sobre energia que se chama Profecia Celestina.

É uma história fictícia sobre pergaminhos encontrados no Peru, ensina como podemos entender e aprender sobre energia. Ele tem continuação, é uma trilogia muito gostosa e de leitura rápida.

Meu filme favorito isso é bem difícil por vejo muito filmes, mas adoro histórias reais e filmes de época.

Acho que um dos filmes que fazem mais sentido nesse momento para a reflexão de nosso padrões é o greenbook, que conta a história de um pianista preto nos anos 60 que faz uma turnê pelos EUA, numa região totalmente racista, com seu motorista branco.

Ao mesmo tempo fala muito sobre questões que são bem atuais. E The age of Adaline, um romance que fala sobre tempo e a relação de perda e solidão.

Enfim, não esquecendo do cinema brasileiro o maravilhoso Central do Brasil, que conta uma realidade dura, sem perder a esperança no povo brasileiro.

Com a melhor atriz do país, Fernanda Montenegro. E ator, aí vou aos gringos que amo como Danzel Washington e Morgan Freeman.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Byoo Histórias