Dark Side – O lado negro das novas tecnologias

Quem me conhece sabe o tanto que sou apaixonado pela maior franquia das galáxias, Star Wars.

É de fato um universo fascinante, que move gerações de fãs por todo o planeta há mais de 40 anos.

Só para termos uma ideia de quão hercúleo é, o faturamento da franquia Star Wars.

Dark Side

No entanto (produtos, filmes, parques, games, etc) supera a casa dos 30 BILHÕES DE DÓLARES ano. WOW!

Esta cifras suplanta o PIB de países como Coréia do Norte, Islândia, El Salvador, dentre outros.

E quem já assistiu sabe muito bem que dentro da saga.

A Força é um campo metafísico capaz de dar poderes aos seres vivos que são sensíveis a ele.

Os maiores praticantes da Força são as ordens Jedi e Sith.

OS LADOS DA FORÇA:

A Força é vista como influenciada pelas emoções dos seres vivos. Possui dois aspectos: luz e trevas, que têm a ver com as atitudes morais dos seres.

Mas a luz é caracterizada pela compaixão, bondade, altruísmo, humildade. Os Jedi pertencem ao lado luminoso da Força.

Já o lado sombrio é caracterizado por ódio, raiva, maldade e ganância. Os Sith abalam este equilíbrio com os sentimentos negativos.

Cuidado! Spoiler Alert!

Apesar dos Jedi serem ensinados a seguir o lado da luz, o lado negro é considerado mais sedutor.

Um poderoso Jedi chamado Anakin Skywalker foi maquinado por um Sith, o Lorde Sidious.

O resto da história muitos já sabem…“Eu não sou Anakin Skywalker, Anakin está morto. Meu nome é…”

Assim como Anakin foi seduzido pelo lado negro da Força, a aplicação das chamadas “novas tecnologias” podem seguir o mesmo caminho.

Não são meros avanços incrementais. Estas tecnologias emergentes surgiram com propostas e possibilidades disruptivas, subvertendo formas já existentes de sentir, calcular, organizar, relacionar, expressar e tomar decisões. 

Como sugere o chairman do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab;

“Benefícios e desafios da transformação digital são similares, é preciso ligar os pontos das relações entre a tecnologia e suas oportunidades exponenciais.

É fundamental compreender as reais necessidades humanas e como podemos incorporar tecnologias emergentes com significado genuíno.”

Precisamos rever também os atuais modelos de Governança, com mais agilidade e compatibilidade, incluindo os setores privado, governos e instituições regulatórias. 

Os regulamentos e normas estão sendo estruturados por esta poderosa gama de oportunidades das tecnologias emergentes.

Cabe a nós trabalharmos em prol de uma sociedade mais evolutiva, a fim de moldarmos pelo lado luminoso da Força.  

Tecnologias emergentes como Inteligência Artificial (IA), Internet das Coisas (IoT), Automação, Drones, Impressão 3D e 4D, Robótica, Blockchain, Machine Learning, Realidade Aumentada (AR), Realidade Virtual (RV), etc, são fantásticas e geram o sex appeal.

Ai que mora o real perigo. O poder de algo transformador e sedutor é uma linha muito tênue para seguirmos de encontro ao dark side da Força.

E vamos falar a verdade? A sociedade permeia muito mais pelo lado sombrio do que na luz.

Vamos à alguns exemplos dos perigos das novas tecnologias?

Cito 3 delas

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL:

Estudos sinalizam que em poucos anos os computadores se tornarão mais inteligentes que os humanos.

Já imaginou robôs manipulando toda uma sociedade? Os algoritmos em breve irão nos conhecer melhor do que nós mesmos.

Nossa capacidade cognitiva irá cada vez mais desacoplar da nossa inteligência. Poderemos virar diversão de robôs mais evoluídos intelectualmente do que nós humanos.

Pode parecer surreal, mas aqueles filmes apocalípticos de máquinas/robôs em guerra com humanos poderá se tornar algo real.

INTERNET DAS COISAS:

Existem vários riscos associados aos sistemas da IoT que afetam não apenas a empresas mas os usuários e a sociedade de uma forma geral.

A segurança cibernética é um risco considerável. Nossos dispositivos e redes estarão expostos a Hackers.

Como as empresas/casas e aparelhos estarão conectados à Internet, um ataque cibernético poderá ter acesso a todos os dados da tua casa.

Pensa em alguém ter acesso a todos os teus dispositivos e aparelhos? Manipular câmera de segurança, fechadura e até mesmo a luz.

IMPRESSORAS 3D:

A impressão 3D oferece uma liberdade de criação e design sem precedentes, pode ser empregada em praticamente quase todos os pontos da cadeia de valor.

A facilidade de impressão pode incentivar imprimir armas e muito mais. Assim que a tecnologia se torna mais sofisticada, inclusive já existe a impressão em 4D, elas poderão adicionar materiais complexos às armas impressas, incluindo produtos químicos, células e tecidos biológicos.

A bioimpressão se tornará realidade. Será imprescindível novas questões regulatórias.

Num futuro breve será possível que órgãos inteiros sejam impressos sob demanda. Imagina o mercado negro da vendas de órgãos?

Além do mais, criminosos guiados pelo lado sombrio da Força poderão hackear o genoma humano. Pensa bem nisto!

Sou entusiasta das novas tecnologias e early adopter de várias.
Mas o perigo é real. Normas e regulamentações serão fundamentais.

Finalizo com o pequeno grande Jedi, o mestre Yoda:

“Mas cuidado com o lado sombrio. Raiva, medo, agressão…com o lado sombrio da Força, eles estão e facilmente fluem nele…Se uma vez iniciado o caminho sombrio, para sempre ele dominará seu destino. Consumir você, ele irá…”

Fica a reflexão.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.