Mulheres que são guarda-costas na China proteção milionária

Mulheres guarda-costas na China

Primeiramente na história, já faz muito tempo que o papel da mulher foi desvinculado da imagem fragilizada. Tanto que essas figuras femininas foram fundamentais para o contexto social. Mas as funções femininas são inúmeras!

Nesse contexto, entretanto, a história da mulher no mundo passa por diferentes costuras. Na China o processo não é diferente. Apesar das tradições e invisibilidade, existem mulheres diversas em muitas funções. Inclusive, você já ouviu falar das mulheres guarda-costas na China?

As armas secretas chinesas

Muitas pessoas podem ficar espantadas, mas entre os profissionais chineses é possível encontrar “armas secretas”, que são as guarda-costas de empresários milionários. Elas surgem cheias de poder, com roupa preta e o look que se apresenta com muito mistério.

A opção de se adaptar a qualquer ambiente é um trunfo feminino. Então, para o dia-a-dia, a grande maioria das guarda-costas escolhe o cabelo preso, calça de couro e blusa preta. Contudo, para os grandes eventos de gala, ela seguirá o traje. Até porque, a ideia é chamar menos atenção possível para a função de trabalho e passar despercebida.

Mulheres guarda-costas da China: proteção milionária

No país, a função atrai o imaginário popular. Tanto que, constantemente, fotógrafos buscam imagens das mulheres no cotidiano da função. Para muitas pessoas a potência pode surgir como fetiche sexual. Mas quero ver quem encara uma dessas moças em uma onda livre de luta.

A verdade é que essas guerreiras são ovacionados em toda a China. Tudo isso pelo alto potencial profissional, além da demanda recorrente de trabalho. O total de milionários chineses ultrapassa 2 milhões.

O poder de adaptação das guarda-costas chinesas

Segundo pesquisas, esse número representa o segundo maior mercado de ricos do mundo. Essas mulheres são consideradas camaleoas. Até porque, elas se adaptam e podem disfarçar como acompanhantes ou parceiras de dança.

O ponto de treinamento é a escola da Yunhai, que fica próxima a Xangai. As mulheres guerreiras são consideradas armas secretas, pois têm grandes habilidades de lutas marciais.

O tempo na escola muda de acordo às habilidades de cada aluna. Na China, o índice de crimes violentos é baixo. Sendo que um dos pontos desse movimento é a dificuldade de acesso às armas por civis. Elas usam as habilidades de lutas e autoconhecimento.

Mas alguns guarda-costas utilizam como proteção uma caneta de autodefesa, que pode fazer qualquer marmanjo se desmoronar. Tudo pela proteção do cliente, que faz tudo valer a pena.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments