7 bebidas para queimar gorduras e emagrecer

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda consumir no mínimo dois litros de água por dia. Ademais, é muito importante variar e acrescentar líquidos, que vão ajudar a eliminar gordura e diminuir a retenção de líquidos. Confira aqui as 7 Bebidas para queimar gorduras e emagrecer.

Existem muitos mitos sobre bebidas que ajudam em dietas, entretanto sabemos que fórmulas mágicas não funcionam no mundo real. O segredo é muita determinação e exercícios físicos, principalmente os aeróbicos.

Veja aqui 7 Bebidas para queimar gorduras e emagrecer

  1. Água de coco

É oxidante, e por isso é boa para quem prática ou não exercícios físicos. É melhor consumir do coco puro, sendo assim, a mais recomendada. A bebida pode ser encontrada industrializada, mas lembre-se de conferir o prazo de validade.

2. Suco verde

O queridinho da galera que busca uma alimentação saudável. O suco verde deve ser feito utilizando vegetais verdes crus. Logo, você pode abusar da criatividade e experimentar diversas combinações como: couve, espinafre, aipo, agrião, e todos os tipos de hortaliças. Só não vale usar açúcar.

3. Água com limão

De preferência tomar em jejum pela manhã. O ideal é consumir a água morna, porque tem melhor na saúde e até para a pele.

4. Água de alcachofra

Para quem não sabe a alcachofra é o vegetal com maior poder diurético que existe, dessa forma, ela libera a retenção de líquidos e é ótimo também para o fígado.

5. Chá Branco

Reduz o colesterol queima as gorduras e você pode tomar de três a quatro vezes ao dia.

6. Chá de gengibre

Conhecido por ser termogênico, o gengibre ajuda a combater problemas hormonais, estresse, bem como queimar as gorduras do abdômen.

7. Água de canela e maçã

A água de canela e maçã tem efeito forte na liberação de toxinas, porque é uma bebida diurética. De modo que, ajuda na perda de peso, recomenda-se tomar um litro por dia.

Reduz o colesterol queima as gorduras e você pode tomar de três a quatro vezes ao dia.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments