Kefir: cultive saúde

Kefir: cultive saúde. Saboroso e natural, o Kefir é um probiótico cheio de propriedades benéficas para o organismo humano.

Neste post você vai conhecer um pouco mais sobre as características
do Kefir e como ele pode ajudar na sua saúde.

Primeiramente, vamos entender o que é essa palavrinha: o Kefir. Apesar do nome diferente e o auge de modinha, o Kefir é um alimento que já vem sendo cultivado há séculos.

Há tempos os médicos Russos usam Kefir, pois era um grande aliado no tratamento de afecções no aparelho digestivo e com o tempo o consumo foi disseminado pelo mundo.

Aqui no Brasil o alimento chegou com status de super alimento. Isso porque o Kefir, embora usado na forma de bebida, é um conjunto trata-se de um conjunto de microrganismos, ou seja, é um alimento vivo.

É composto por pequenos grãos formados por lactobacilos, fungos
e bactérias que são cultivados em leite ou em água.

O Kefir precisa ser cultivado

É isso aí: o Kefir é um alimento vivo. Desse modo, precisa ser cultivado, de tal sorte que, além de saúde, a bebida tem poucas calorias e, dessa maneira, é recomendada para dietas de perda de peso.

A forma de cultivo é que determina como ele vai ser usado. Assim. aqui no Brasil se encontra desde o Kefir cultivado em leite de vaca tanto em água com açúcar mascavo.

Kefir: cultive saúde. Quando cultivado em água, pode ser utilizado consumido várias vezes ao dia, pois quase não possui calorias.

Em contrapartida, quando cultivado em leite se assemelha a um iogurte e tem as mesmas quantidades de calorias e nutrientes da bebida láctea.

Saúde em forma de alimento

O Kefir em água dá origem a uma bebida levemente ácida e gaseificada, lembrando a Kombucha: sob o mesmo ponto de vista, ela é recomendada inclusive para diabéticos com vários benefícios para o organismo.

Já o Kefir cultivado em leite é um probiótico que se parece muito com iogurte tanto na textura quanto em sabor e por isso pode ser tratado como tal, misturado a frutas, grãos e assim sendo consumido em diversas formas durante o dia.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.