Saúde: Excesso de informação causa transtornos mentais

A busca por equilíbrio mental se tornou um dos grandes desafios da vida moderna.

Conseguir criar um ritmo saudável de rotina se tornou artigo de luxo para muita gente. Para se ter ideia do quão grave é esse cenário, de acordo com a Organização Mundial de Saúde(OMS), 86% dos brasileiros têm algum transtorno.

Reflexo do isolamento social

Percentual que com a pandemia e o reflexo do isolamento social, tem atingido números ainda mais altos, principalmente na população de idosos.

Fatores complicados por pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, que estudam os transtornos mentais causados pelo Covid-19 em pessoas mais velhas.

Alta de transtornos

Entre os motivos de alta de transtornos, como o de ansiedade, um dos principais gatilhos mencionados pelos entrevistados está o excesso de informações.

Os idosos são parte do grupo de risco do coronavírus e precisam de atenção às recomendações de cuidado. Contudo, os especialistas têm orientado que é importante que o pânico não seja amigo da população.

Dados no Brasil sobre transtornos mentais

Além de toda a coleta de levantamento de dados no Brasil, os pesquisadores já afirmaram que outros países também passarão pela pesquisa para que o cenário seja fidedigno à realidade.

Entre eles estão Portugal (Lisboa), Espanha (Madrid), Itália (Roma) e Chile (Concepción).

Transtornos mentais

Mesmo os idosos, como o ponto principal dessa pesquisa, especialistas têm deixado claro que é importante que toda população fique atenta quanto aos efeitos de possíveis transtornos recorrentes com o caos.

Por isso, entender o fluxo quantitativo de informações e todos os efeitos mentais é fundamental para traçar um caminho saudável.

O conselho não é obviamente para que as pessoas se tranquem em uma bolha e vivam em mundo paralelo. Entretanto, filtrar o consumo de notícias é um passo importante para o equilíbrio.

Então, nada de ficar o dia inteiro em busca do consumo de informação, em grupos de WhatsApp ou mesmo espalhando notícias sem a verificação de veracidade – leia-se fake news.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.