O quilo é nosso: evento chega a sétima edição. Atualmente o prêmio é de Belo Horizonte

O quilo é nosso

Surpreendentemente, essa tendência culinária é uma inovação genuinamente brasileira. Primeiramente, em 1984, na cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais, o primeiro restaurante por quilo do Brasil (e do mundo!) surgiu como uma ideia audaciosa do chef e empreendedor Fred Mata Machado. Batizado de “Isto e Aquilo”, o restaurante marcou, sobretudo o início de uma revolução gastronômica.

Restaurante Bartolomeu

Entretanto a inspiração veio quando Fred notou o declínio das empregadas domésticas que eram tradicionalmente responsáveis por cozinhar em lares belo-horizontinos. Já proprietário do Restaurante Bartolomeu, ele decidiu contratar cozinheiras para preparar receitas caseiras e tradicionais da culinária mineira.

O conceito era semelhante ao de uma loja de refeições prontas: os clientes selecionavam suas escolhas, as colocavam em recipientes descartáveis de isopor, pesavam, pagavam e levavam a comida embalada.

Em primeiro lugar nesse ponto, Fred vislumbrou a oportunidade de criar uma experiência em que os clientes pudessem comer no local em vez de apenas levar as refeições para casa. Ele adicionou mesas e cadeiras ao restaurante, dando início a uma revolução que se disseminou pelo Brasil.

A primeira unidade do “Isto e Aquilo” funcionou até 1987 no bairro de Lourdes, próximo ao centro de Belo Horizonte. Hoje, duas unidades desse restaurante continuam a operar na capital mineira.

O Concurso “O Quilo é Nosso”

Com o intuito de valorizar os restaurantes por quilo, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), em parceria com a revista Prazeres da Mesa, lançou em 2017 o concurso “O Quilo é Nosso”. O evento já atraiu a participação de mais de 800 estabelecimentos de todo o Brasil e, neste ano, chega à sua 7ª edição.

Assim a partir de 12 de setembro, os brasileiros terão a oportunidade de participar do “O Quilo é Nosso”, experimentando e avaliando pratos criados especialmente para o concurso. Através da avaliação do público e de um painel de jurados, será eleito o melhor restaurante por quilo do Brasil. Proprietários interessados em participar podem encontrar mais informações em www.oquiloenosso.com.br.

No entanto concurso se estenderá até 22 de setembro e conta com o patrocínio nacional da Coca-Cola Brasil e Pluxee. “O Quilo é Nosso” reconhece a importância desses restaurantes que fornecem refeições diversificadas e de qualidade para os trabalhadores do país.

Etapas

O concurso segue três etapas: em primeiro lugar, através da votação popular e julgamento técnico, são selecionados os três melhores restaurantes por quilo de cada estado; em segundo lugar, um júri local avalia os pratos dos restaurantes eleitos na primeira fase e elege o melhor de cada estado. Finalmente, um júri técnico nacional avalia o prato vencedor de cada estado e coroa o grande campeão nacional. A premiação ocorrerá durante o evento Mesa São Paulo, em outubro.

Paulo Solmucci, presidente-executivo da Abrasel, ressalta que a trajetória do concurso destaca a riqueza de ingredientes e receitas presentes em todas as regiões do país.

Afinal, “Em seis anos de competição, tivemos vencedores de cinco estados distintos. Isso reflete a diversidade e a qualidade dos restaurantes por quilo espalhados pelo Brasil. Participar do concurso oferece aos empresários a oportunidade de incluir um novo prato em seus cardápios, aproveitando toda a projeção que ‘O Quilo é Nosso’ proporciona”, afirma Solmucci.

No ano passado, pela primeira vez, o título foi para a cidade onde o conceito de restaurante por quilo foi criado. O restaurante Beggiato, em Belo Horizonte, levou o prêmio para a capital mineira, graças ao prato de nhoque de abóbora ao molho de cogumelos e sálvia. Além de Minas Gerais, o concurso também coroou campeões no Amazonas, Ceará, Paraná e São Paulo.

Lucas Machado instagram

Lucas Machado LinkedIn

Sobre Lucas Machado

Advertisement

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments