Bares e restaurantes: cresce o pagamento por aproximação

Bares e restaurantes cresce o pagamento por aproximação

Os pagamentos por aproximação, também conhecidos como NFC (Near Field Communication), tiveram um crescimento significativo no Brasil. De acordo com a Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), o valor transacionado por essa tecnologia aumentou de R$ 6 bilhões em 2019 para R$ 600 bilhões em 2022. Desta forma esse crescimento sem precedentes, em comparação a outros países, evidencia a popularidade desse método de pagamento.

Abrasel

Além da conveniência, a segurança é um aspecto positivo enfatizado pelos consumidores que utilizam os pagamentos por aproximação. Segundo um estudo da Sodexo em parceria com a Abrasel, 70% dos usuários se sentem seguros e confortáveis ao realizar transações por essa tecnologia.

Rogério Panca, presidente da Abecs, destaca que quase 40% das transações presenciais atualmente são feitas por aproximação. Em alguns casos, essa forma de pagamento é considerada mais segura do que os cartões tradicionais, que requerem inserção nas máquinas. Assim esse aspecto tem impulsionado a adoção dos pagamentos por aproximação pelos consumidores.

Cartões de crédito e débito

Além dos cartões de crédito e débito com essa funcionalidade, os celulares têm se tornando cada vez mais compatíveis com os pagamentos por aproximação. A tecnologia NFC possibilita, sobretudo transformar qualquer dispositivo em um “caixa” para receber pagamentos, eliminando a necessidade de digitar senhas ou inserir cartões com chip.

Contudo, as carteiras digitais, como o Android Pay e o Apple Pay, têm se integrado à tecnologia NFC para ampliar as opções de pagamentos sem contato em diferentes dispositivos.

Essas alternativas de pagamentos sem contato se somam à popularidade do Pix, que agiliza e facilita as transações entre pessoas físicas. O Banco Central está empenhado em integrar o Pix e suas funcionalidades para transações entre empresas. Isso inclui o crédito para pequenas e médias empresas, além de priorizar a segurança e a usabilidade desse sistema.

Lucas Machado instagram

Lucas Machado LinkedIn

Sobre Lucas Machado

Advertisement

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments