Juliette: a força da mulher paraibana dia 29 de julho em documentário no Globoplay

Juliette: a força da mulher paraibana no Globoplay

Primeiramente o Big Brother Brasil segue mostrando ao mundo que a Globo sabe fazer um bom produto de marketing. Aqui, não estou analisando a unanimidade (ou não) da emissora.

Para se ter ideia de tudo isso que estou falando, a edição 21 levou para os cofres da emissora uma “balela” de R$550 milhões. Assim, na reta final, a Globo negociou um único anúncio a R$500 mil.

Por isso, o último programa foi considerado como grande vitrine nos corredores do Projac. Entre toda essa relevância, a paraibana Juliette chegou com uma relevância que surpreendeu muita gente experiente na comunicação.

O fenômeno Juliette

No entanto qual o segredo da moça? Essa foi a pergunta que rodeou muita gente na emissora e movimentou a internet em vários âmbitos. Na verdade, a realidade (nua e crua) de Juli encantou.

Enfim, ela estava inteira, amando, vacilando e odiando. Tudo de um jeito que o ser humano normal vive, sem filtros. Talvez, segundo especialistas da comunicação, o segredo da ex-BBB foi o básico: esquecer das câmeras.

O sucesso foi tão extremo que marcas fora da casa já entravam no embate por um contrato. Aliás, ela pode escolher as publicidades que atuaria, bem como as parcerias musicais que iria rejeitar – ou aceitar.

A verdade sobretudo é que mesmo muitos odiando, Juli se tornou um case da comunicação. As redes sociais impecáveis se tornaram padrão de uma linha visual bem sucedida.

A unanimidade no Globoplay

Contudo a trajetória, agora, será contada em um documentário da GloboPlay.

Em um canal de streaming da emissora carioca.

A série documental contará com seis episódios e mostrará a infância na Paraíba, assim como a relação com a família e amigos.

O contrato com a Globo demorou ser fechado. Mas no início de junho, ela foi anunciada como integrante do time e embaixadora do Globoplay.

Ao que tudo indica, ela tem feito ótimas escolhas e assinados bons contratos. Um poder!

Juliette: a força da mulher paraibana no Globoplay

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários estão fechados.