Inteligência espiritual

Inteligência espiritual

Primeiramente no início do século 20, o QI era a medida definitiva da inteligência humana.

No entanto só em meados da década de 90, a descoberta da inteligência emocional (QE) mostrou que não bastava a pessoa ser um gênio se não soubesse lidar com as emoções.

Hoje, novas descobertas apontam para um terceiro quociente, o da inteligência espiritual (QS).

Ela nos ajuda a lidar com questões essenciais e pode ser a chave para um novo tempo também no mundo dos negócios.

livro QS

No livro QS – Inteligência Espiritual, a física e filósofa americana Dana Zohar aborda um tema tão novo quanto polêmico: a existência de um terceiro tipo de inteligência que aumenta os horizontes das pessoas.

Em síntese torna-as mais criativas e se manifesta em sua necessidade de encontrar um significado para a vida.

Para Dana, a inteligência espiritual coletiva é baixa na sociedade moderna. Vivemos numa cultura espiritualmente rasa, mas podemos agir para elevar nosso quociente espiritual.

Segundo cientistas existe um PONTO DE DEUS no cérebro, uma área nos lobos temporais que nos faz buscar um significado e valores para nossas vidas. É uma área ligada à experiência espiritual.

Antes de mais nada, as pessoas com QS elevado querem sempre fazer mais do que se espera delas. Algo para além da empresa, além das possibilidades remotas.

Por exemplo – quem trabalha unicamente por dinheiro não faz o melhor que pode.

Produtividade

Em resumo nas empresas em que se busca desenvolver espiritualmente os funcionários, a produtividade aumenta porque eles ficam mais motivados, mais criativos e menos estressados.

Em outras palavras as pessoas dão tudo de si quando se procura um objetivo mais elevado. Se as organizações derem espaço para as pessoas fazerem algo mais, se souberem desenvolver em cada indivíduo sua inteligência espiritual, terão mais resultados e mais rapidamente.

Dana Zohar identificou dez qualidades comuns às pessoas espiritualmente inteligentes. Segundo ela, essas pessoas:

  1. Praticam e estimulam o autoconhecimento profundo.
  2. São conduzidas por valores humanos. São idealistas e creem na vida.
  3. Têm capacidade de encarar desafios e utilizar a adversidade a seu favor.
  4. São holísticas – têm a visão do todo integrado e a percepção da unidade.
  5. Celebram a diversidade como fonte de beleza e aprendizado.
  6. Têm independência de pensamento e comportamento.
  7. Perguntam sempre por quê e para que . São agentes de transformações.
  8. Têm capacidade de colocar as coisas e os temas num contexto mais amplo.
  9. Têm espontaneidade de gestos e atitudes, e são equilibradas emocionalmente.
  10. São sensíveis, fraternas, compassivas e extremamente amorosas.

Aos 57 anos, Dana vive na Inglaterra com o marido, o psiquiatra Ian Marshall, co-autor do livro, e com dois filhos adolescentes.

Formação

Formada em física pela Universidade Harvard, com pós- graduação no Massachusetts Institute of Tecnology (MIT), ela, atualmente leciona na universidade inglesa de Oxford.

Além disso, é autora de outros oito livros, entre eles, O Ser Quântico e A Sociedade Quântica, já traduzidos para o português.

QS Inteligência Espiritual já foi editado em 27 idiomas, incluindo o português (no Brasil, pela Record). Dana tem sido procurada por grandes companhias interessadas em desenvolver o quociente espiritual de seus funcionários e dar mais sentido ao seu trabalho.

Dica pra encontrar o seu Ponto de Deus

Primeiramente não vá na velocidade do mundo. Velocidade causa ansiedade, sofrência, desespero pra chegar em algum lugar o mais rápido possível. Vá no seu ritmo, no seu tempo.

Em seguida um conselho? Deixe fluir. Deixar fluir não quer dizer não agir. E agir não quer dizer não deixar fluir. É possível ter fluidez colocando seus planos em ação.

Porque deixar fluir não é ficar parado esperando que seus sonhos caiam do céu, e sim agir de uma forma naturalmente tranquila, mas em paz consigo mesmo, sem pressa, sem essa afobação do mundo VUCA, sem aquele esforço que faz a gente se sentir mal e esgotado.

Afinal quando você permite que as coisas fluam, pode trabalhar oito horas seguidas e não ficar esgotado. Pelo contrário, você fica energizado, feliz porque simplesmente foi no seu ritmo…

E mais do que isso. Quando deixamos fluir com calma na alma, ficamos mais leves e nos reconectamos com nossa essência maior. Esse pode ser o Ponto de Deus que você tanto precisa pra viver em paz e feliz.

Hasta !!

@porlucasmachado

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários estão fechados.