Mauren de Castro. @porlucasmachado

Mauren de Castro: confira nossa conversa com a empresária e produtora de eventos

Mauren de Castro: confira nossa conversa com a produtora de eventos

Mauren de Castro Lima e Silva é natural de Belo Horizonte – MG. É formada em Pedagogia Multidisciplinar na UNI- BH.

Aos 05 anos mudou-se com sua família para Itagimirim, localizada no Sul da Bahia. Sua infância foi recheada de muita diversão com brincadeiras de rua. Mas, talvez nem ela mesma tinha noção dos primeiros passos da sua profissão, quando organizou junto com os colegas um “espetáculo” com venda de ingressos e premiações arrecadadas em supermercados.

No intuito de seguir a carreira da sua mãe, que era sua referência, fez magistério e formou-se em Pedagogia – com a finalidade montar sua própria escola. Mas, foi na faculdade quando começou a fazer eventos como recepcionista para complementar sua renda, que surgiu verdadeiramente a sua profissão.

Conversamos um pouco com a Mauren, que nos deu a seguinte entrevista.

Eventos:

Iniciei minha carreira de produção como recepcionista. Fazia de dois a três eventos por dia (panfletagem, recepção e degustação). Porém, em dois meses já estava coordenando as recepcionistas e em pouco menos de um ano, já viajava por todo o estado de Minas Gerais cuidando das ações do evento Carnabrahma.

Já depois de formada, virei CLT na empresa DM Produções. Passei a cuidar de 03 setores: ações com o patrocinador, compras e coordenação na venda de shows.

No mesmo ano fiz meu primeiro evento como gestora e, na sequência assumi outros eventos. Após completar 03 anos de empresa, pedi demissão e optei por trabalhar por conta própria em produção. Não só para empresa que trabalhava como para outras empresas de produção de Belo Horizonte e São Paulo.

Hoje com 20 anos de experiência em eventos, posso dizer que passei por várias funções e setores de um evento. Mas, a cada evento aprendo mais e mais com universo do entretenimento, independente do formato e estilo. Incluíndo comportamento e mudanças de público, revendo conceitos e a forma de trabalhar.

Como foi para o setor de entretenimento a pandemia:

O primeiro a parar e o último a retomar. Paramos 100% e tivemos que aprender e antecipar um novo formato. Com as Lives, por exemplo, iniciamos uma volta significativa, que nos possibilitou enxergar novas formas e ferramentas de trabalho. Em paralelo, busquei uma nova fonte de renda que foram Totens de álcool em gel. Assim possibilitou novas aberturas para venda e divulgação do meu produto.

Qual a previsão do setor para 2023

Ainda será um ano de crescimento no setor de eventos, no entanto, precisamos capacitar ainda mais os profissionais da área e buscar mais mão de obra qualificada. Além disso com a pandemia muitos profissionais migraram para outras áreas e, com o aumento do numero de eventos e a falta de mão de obra toda a cadeia ficou sobrecarregada.

Você faz um esporte? Como funciona sua alimentação devido essa vida agitada.

Bom, arrisco um futevolêi duas vezes por semana, quando da tempo. Mas sigo tentando. Já minha alimentação quando não tenho eventos, consigo fazer todas as refeições. Com evento, depende muito do local e outras variáveis. Um dos grandes desafios da minha profissão é manter um padrão e uma rotina.

Siga Maurem Castro no Instagram

Advertisement

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários estão fechados.