O que é internet das coisas? Como ela irá revolucionar sua vida

O que é internet das coisas? Como ela irá revolucionar sua vida

Primeiramente, mesmo se você não estivesse tentando entrar na internet nos últimos tempos, provavelmente já ouviu falar em Internet das coisas.

A princípio, o termo se tornou tão comum que praticamente todo mundo que usa a Internet já ouviu falar.

Da mesma forma, existem muitas dessas pessoas que permanecem no esquecimento do que o conceito realmente trata.

A sigla para internet das coisas é IoT, em inglês, Internet of things (literalmente, internet das coisas).

Aliás, inúmeras áreas da sua vida poderão ser influenciadas com a IoT, os limites são ilimitados.

O que exatamente é a Internet das coisas?

Existe uma definição simples para o que é a internet das coisas.

É simplesmente uma descrição da situação em que bilhões de dispositivos no mundo têm acesso à Internet.

Entretanto, esses dispositivos podem ser quaisquer coisas, não apenas celulares, tablets e tvs.

Estamos falando de geladeiras, roupas, óculos, automóveis, antenas, fios, calçados, pontes, etc.

Esses dispositivos estão conectados à internet, com o único objetivo de coletar e compartilhar dados.

Porém, essa capacidade de conectar facilmente dispositivos físicos à Internet é alimentada por processadores baratos e redes sem fio.

Só para ilustrar, normalmente, esses dispositivos seriam denominados “burros”, num trocadilho com os “smartphones, ou telefones inteligentes”.

Mas agora, conectados e prontos para analisar dados, eles se tornaram inteligentes.

Assim, essa é a extensão em que a Internet das Coisas pode revolucionar nossas vidas.

Praticamente qualquer dispositivo existente pode ser conectado à Internet.

Depois que, um garoto esperto conseguiu conectar um ursinho de pelúcia ao computador, apenas porque o urso tinha um sistema de voz gravada tocando em um alto-falante embutido.

Através do conceito de IoT, ele conseguiu se conectar ao urso, e qualquer voz que ele gravou através do microfone em seu computador foi tocada no urso.

Esse processo ignorou o que havia sido pré-programado no computador.

Outro exemplo. Se você pode acender a lâmpada em sua casa, apenas usando o smartphone que possui um aplicativo instalado, é um sistema de IoT.

A IoT pode parecer simples, como as coisas básicas. Mas, se os brinquedos com os quais interagimos forem resultados da IoT.

No entanto, você também deve saber que um caminhão autônomo
sem motorista funciona com base na IoT.

Como funciona?

O funcionamento da IoT é muito fácil de entender.

Primeiramente, ela funciona pelos sensores incorporados aos dispositivos, capazes de se conectar à Internet.

Portanto com o objetivo de integrar dados de diferentes dispositivos, sujeitos a análises e aplicar essas informações na resolução de problemas.

Com os dispositivos IoT, é muito fácil identificar o que é útil e o que não é.

Dessa forma, padrões podem ser detectados, recomendações podem ser feitas e problemas podem ser resolvidos.

Portanto ter dispositivos conectados é uma ótima maneira de aumentar a eficiência e reduzir acidentes.

Com os dispositivos de informação obtidos de outros dispositivos aos quais estão conectados, eles tomam decisões inteligentes, que é um dos objetivos da tecnologia.

Formulários

Existem várias maneiras pelas quais se pode fazer uso da IoT. É muito provável que você tenha usado um dispositivo com IoT.

Isso ocorre porque a Internet das Coisas é real, a partir de agora. Não é um conceito de futuro. Tenho certeza que você sabe disso de qualquer maneira.

Internet das coisas e cidades inteligentes

Com a disseminação de censores em quase todos os cantos de uma cidade, é possível que o governo saiba o que está acontecendo em qualquer lugar, em tempo real.

Essa é uma das principais maneiras pelas quais a IoT terá uma grande vantagem no futuro próximo.

Com os diferentes tipos de sensores que podem ser implantados, como câmeras, sensores ambientais.

Assim, fica muito fácil monitorar o que está acontecendo nas cidades e saber como responder em tempo real.

Internet das coisas e inteligência artificial (AI)

Há um único poder na IoT, que são os dados coletados. A estrutura tem acesso a uma grande variedade de dados.

Quando todos esses dados são coletados em tempo real a partir de diferentes fontes e analisados ​​atualmente, eles podem ser usados ​​para tomar decisões que salvam vidas.

É nesse momento, então, que entra a inteligência artificial (AI). A IoT coleta os dados, armazena-os, analisa-os e depois os alimenta nos dispositivos.

Quando a AI recebe essas informações da IoT, ela as usa para fazer previsões.

Um exemplo de empresas que fazem uso extensivo desta estrutura é o Google. O Google usa a AI para gerenciar o sistema de resfriamento do data center da empresa.

De antemão, todas as empresas de tecnologia, tem um grande espaço onde os dados são armazenados em estruturas físicas. Neste data center, existem milhares de sensores.

Sensores IoT coletam informações de temperatura e alimentam-nas às redes neurais profundas. Isso faz previsões de como será o futuro consumo de energia.

Isso gerou eficiência no gerenciamento do data center e, é claro, reduziu o número de pessoas que precisam ser empregadas para mantê-lo.

De qualquer maneira, existem duas maneiras de fazer isso.

Qual é o futuro da IoT?

No momento, muitas das empresas envolvidas na IoT estão simplesmente experimentando as coisas, criando e testando produtos e aguardando uma resposta comercial do público.

Uma vez que esses dispositivo inteligentes se multiplicarem, se tornarem cada vez mais baratos e as tecnologias de internet se popularizarem cobrindo praticamente qualquer parte do globo.

Então a Internet das coisas será algo que veremos como energia elétrica ou água encanada.

A questão da segurança ainda é grande para a Internet das coisas; de fato, haverá contratempos, erros entre outros acidentes nos próximos anos.

No entanto, sabe-se que a tecnologia é resiliente e não desiste. Essa característica é certamente a espinha dorsal do desenvolvimento da IoT e, em pouco tempo, a questão da segurança ficará pra trás.

O que é internet das coisas? Como ela irá revolucionar sua vida

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments