Off e on-line: Magazine Luiza potência econômica

Off e on-line: Magazine Luiza potência econômica

Os números mostram que o e-commerce cresceu durante a pandemia da COVID-19. De acordo com o levantamento do Mastercard SpendingPulse, o setor de compras on-line brasileiro cresceu 75% em 2020.

No entanto Esse indicativo mostra a tendência do crescimento do e-commerce. Tudo isso em decorrência ao fechamento do comércio físico.

Luiza Trajano: a maior empreendedora do Brasil

Antes mesmo da pandemia, o crescimento desse mercado já era considerável. Porém, o crescimento surpreendeu. Nesse cenário, Luiza Trajano mostrou que é uma das principais empreendedoras do Brasil.

A Magalu, versão on-line do Magazine Luiza, cresceu 66%, em 2020. Atualmente, a empresa é a maior em integração off e on-line. Potencial que mostrar a força de uma empresa, que soube como fazer a transição.

Magazine Luiza e a potência econômica

Mas é importante destacar que a virada on-line não tem a ver com a pandemia. Até porque, no planejamento, já existia e assim a estratégia fez sentido.

De acordo com especialistas, a integração varejista da Magazine Luiza tem a ver com a abertura das lojas. Entretanto, Luiza quer muito mais do que o faturamento maior do que 60%.

O domínio de Luiza Trajano

Prova disso, foi o anúncio da compra do site Jovem Nerd (maior plataforma para o público nerd e geek) do Brasil. A ação movimentou o mercado.

A verdade é que a Magalu quer diversidade dentro do marketplace: artesanato, beleza e café, por exemplo. Sendo assim, no mesmo APP, o usuário poderá resolver qualquer problema.

Marketing de conteúdo de direcionamento

No marketing de conteúdo, existe uma tendência chamada “content commerce”. A proposta é oferecer conteúdo específico e compartilhar conteúdo específico.

Dessa forma, o Jovem Nerd (na Magalu) representa conteúdo de qualidade e público-alvo. Além de usuários nutridos de informação.

Esse posicionamento de mercado mostra ao mercado o posicionamento de uma mulher forte. Luiza Trajano tem sido aclamada.

Prova disso, é o nome da empresária para a disputa presidencial de 2022. Além disso, somente neste mês, ela estampou capa da Exame e de outras revistas nacionais.

Off e on-line: Magazine Luiza potência econômica

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários estão fechados.