O reflexo do Vale do Silício na economia

O reflexo do Vale do Silício segue como um dos principais termômetros do mercado. Mas isso não é uma novidade. Mas o que tem chamado atenção do mundo é o engajamento social da elite tecnológica.

Prova disso foi o encontro na Califórnia com foco na sucessória Bitcoin. Na ocasião, a principio o blogueiro de economia Steve Randy Waldman defendeu uma renda universal básica.

Renda universal básica

Para ele, a população teria o direito de receber um valor único. A proposta, segundo Waldman, é em prol da dignidade humana.

Nesse sentido, os hackers e os gênios da tecnologia tiraram os olhos do computador. O chamado era para a reflexão.

O reflexo do Vale do Silício e engajamento social

Assim a indagação de Randy Waldman chamou atenção. Tanto que na sessão de perguntas, a dúvida surgiu. O reflexo do Vale do Silício no mundo é real.

A prova disso foram as ondas em torno da defesa da renda única universal. Como ela seria implementada? As pessoas voltariam ao trabalho, quando possível?

A tecnologia em prol do fim da fome

Segundo os gênios do Vale do Silício, a implementação é simples. Além disso, a proposta gera o fim da fome e da desigualdade mundial. Utopia?

Para muitos milionários definitivamente não. A proposta do nerd Randy Waldman foi bem avaliada por pessoas donas de dinheiro.

O Vale do Silício e a experiência

O Vale do Silício seria um ponto experimental para toda essa proposta. O dinheiro sem esforço, para muitos, ainda mais, pode gerar bem-estar. Nesse sentido, as pessoas poderiam ser leves e consequentemente ter a mente livre para projetos criativos.

O empresário Chris Hawkins, investidor de 30 anos, ganhou muito dinheiro em uma dessas brincadeiras. O tempo livre foi usado de um jeito leve e se transformou em dinheiro.

A igualdade social e a renda fixa universal

Em suma, para esses milionários, a ideia é a retribuição de renda. Até porque, a ideia não ronda por seguros. Mas, sim, uma forma de que cada pessoa pague os custos e não o governo.

Obviamente, falar em igualdade é um caminho. Contudo, é claro que a solução da fome não está na renda única. E contar com os gênios da tecnologia pode ser um caminho seguro de sobrevivência.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários estão fechados.