Startups unicórnios: o que são? Quais as maiores do Brasil

Startups unicórnios: o que são? Quais as maiores do Brasil

Primeiramente no mundo da fantasia os unicórnios são criaturas mágicas que se parecem com cavalos – porém com um chifre.

Já no mundo da inovação, a definição é completamente diferente e está ligada ao valor de mercado da empresa.

O que a Uber, o Airbnb e o Quinto Andar tem em comum?

Todos são unicórnios! O que isso significa?

Todavia no universo das startups, são empresas que conseguem alcançar uma valuation (valor de mercado) de um bilhão de dólares, mesmo antes de realizar um processo de IPO.

O que é um IPO?

A princípio um termo é bastante conhecido no mercado financeiro. A sigla IPO corresponde a Initial Public Offering ou, em português, Oferta Pública Inicial.

Entretanto a Oferta Pública inicial é o processo que as empresas passam quando decidem abrir seu capital por meio de emissões de ações dentro da Bolsa de Valores.

Ou seja, as empresas unicórnios são organizações que conseguem alcançar um altíssimo valor de mercado antes mesmo de receber investimento externo de acionistas – um feito que, você deve imaginar, não é fácil.

Onde surgiu o termo unicórnio?

Em resumo a palavra começou a ser usada com esse significado em 2013, quando foi apresentada em um artigo da investidora anjo Aileen Lee, no site TechCrunch.

O nome foi escolhido justamente para destacar o fenômeno como uma raridade (pense bem: quantos unicórnios você já viu?).

Afinal já que pouquíssimas empresas alcançam uma valuation de 1 bilhão de dólares.

De acordo com a plataforma americana Crunchbase, atualmente existem cerca de 558 (empresas, não cavalos com chifres!) no mundo.

Entretanto no ano de 2019, 142 startups se tornaram unicórnios, a maioria delas nos segmentos de finanças, comércio, análise de dados, transporte, SaaS (Software como Serviço) e saúde.

Dentre essas empresas, 79 são americanas, 22 são chinesas e 5 são brasileiras. Os 3 países são os líderes no ranking mundial de startups.

Quantos unicórnios existem no Brasil e quais são eles?

No Brasil temos atualmente 13 startups que se enquadram nessa categoria, mas elas variam desde fintechs até companhias no segmento de mobilidade.

Unicórnios brasileiras

Vamos-lá. 99Taxi, logo foi adquirida pelo fundo Didi Chuxing. Em seguida temos Nubank, Arco Educação, Movile/Ifood: O Ifood corresponde a uma parte considerável do valuation da Movile, pioneira nas plataformas de delivery.

Do mesmo modo, a Stone, Gympass: Uma antiga aposta de vários fundos, a startup ligada ao segmento de academias. Loggi: A plataforma de motofrete. QuintoAndar: empresa disruptiva no mercado imobiliário brasileiro.

Além disso, Ebanx: Netflix, Spotify e Airbnb são alguns dos clientes dessa startup de processamento de pagamentos. Se tornou unicórnio em novembro de 2019.

Wildlife: Startup de games para smartphones, recebeu aporte do fundo
Benchmark Capital. Se tornou unicórnio em dezembro de 2019.

Loft: Startup de compra e venda de imóveis fundada em 2018, recebeu
investimento em rodada liderada pelos fundos Andreessen Horowitz e Fifth
Wall. Se tornou unicórnio em janeiro de 2020.






** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments