Greta Thunberg: ativista doará R$ 600 mil para projeto na Amazônia

Greta Thunberg: Personalidade do ano eleita pela Revista Time

Com certeza você já ouviu falar da adolescente sueca de 17 anos uma das maiores ativistas ambientais da atualidade, sido considerada personalidade do ano em 2019 pela revista Time.

Síndrome de Asperger, TDAH

Apesar de portadora da síndrome de Asperger, TDAH e transtorno obsessivo compulsivo.

Ainda assim nada tem parado essa garota que, vegetariana, defende o meio ambiente e os animais com toda a sua energia, encabeçando protestos.

Ela, certamente é uma das maiores representantes do principio geracional que é aplicado ao meio ambiente.

Principalmente onde ele deve ser preservado e manejado adequadamente para as futuras gerações.

ONU em 2018

Assim, esse menina audaciosa falou na ONU em 2018 e começou uma onda de manifestos e movimentos que se espalhou não só pela Europa quanto pelas Américas, surpreendentemente.

Segundo muitos políticos, pessoas ligadas às mídias e membros das sociedades, Greta trata do tema de forma simplista e com pouco embasamento científico, falando sem fundamento. Já outros a adoram.

Contudo, através de suas pressões ela conseguiu muitas ações ambientais de diversos países e recebeu diversas premiações por sua atuação.

E o Brasil, obviamente, está no radar dessa ativista que vira e mexe se manifesta.

Prêmio Gulbekian para a Humanidade

Nesse último dia 20, supreeendentemente, Greta anunciou que dos 6 milhões de euros recebidos do prêmio Gulbekian para a Humanidade, doará 100 mil, aproximadamente R$ 600 mil para um projeto na Amazônia.

Aliás, esse projeto que procura atender à população (indígena ou não) que vive na Floresta Amazônica.

No entanto é super atual já que busca o combate do Covid-19, da campanha SOS Amazônia.

A doação de Greta se dá porque além do estudo que aponta que os indígenas são atingidos até 5 vezes mais que o resto da população.

Manaus teve um golpe avassalador pelo Covid-19, sem estrutura de saúde suficiente.

Com toda certeza esse prêmio mostra a importância da ativista, selecionada dentre 136 canditados de 46 países da 1ª edição do concurso da Fundação Calouste Gulbenkian para Humanidade.

Greta Thunberg: ativista doará R$ 600 mil para projeto na Amazônia

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.