A fusão bilionária no mundo da moda

O mundo pós-pandemia trouxe mudanças significativas em todos os segmentos. Nesse cenário, pensar novos formatos para o consumidor é prioridade. Prova disso, são os números relevantes em relação ao crescimento do e-commerce. Tanto que mesmo com o avanço da vacinação e abertura do comércio, o número do segmento segue crescente.

De acordo com a consultoria XP Investimentos, o e-commerce seguirá voando. Sendo que, a previsão é o aumento de 33% nas vendas on-line. Nesse fluxo, grandes redes têm “surfado” na onda.

Os novos formatos de negócios

Só para ilustrar, a ousadia da Magalu (leia-se toda poderosa do varejo e e-commerce) em dominar o mercado. Agora, o grupo de Luiza Trajano conta com o canal Jovem Nerd no script. Além disso, a empresa tem um plano de negócios audacioso.

Mas a movimentação mais recente do mercado veio de importantes players do mundo da moda. Até porque, esse universo precisou se reinventar, principalmente pelos reflexos da pandemia.

As uniões no mundo da moda e a busca pela sobrevivência

As marcas Farm e Animale (que fazem parte do grupo SOMA3) decidiram embarcar numa parceria que deu o que falar. Agora, as duas grifes se uniram à Cia. Hering (HGTX3), que é avaliada em R$ 5 bilhões.

A união fez as ações do grupo HGTX3 aumentarem cerca de 30%. Esse movimento deixou o mercado animado. Mas também surpreendeu parte do mercado financeiro. Já que há uma semana o grupo SOMA3 recusou uma fusão com a Arezzo. Problemas de sintonia?

A fusão bilionária no mundo da moda

Na verdade, ao que tudo indica, o valor oferecido não foi bem visto. Até porque, a fusão entre SOMA e HGTX3 rendeu 59% a mais de dinheiro do que o oferecido pela Arezzo, que era R$3,2 bilhões.

Para muitos investidores e “operadores” amadores da Bolsa de Valores, a recusa pela fusão sinalizava uma tendência de carreira solo pela turma da Farm e Animale. Porém, ao que tudo indica, o que ocorreu foi à espera por uma proposta irrecusável.

De acordo com informações oficiais, o mercado é volátil e as negociações acompanham todo esse movimento. Tudo com “oportunidades relevantes de geração de valor.” Além disso, as duas companhias acreditam que a fusão trará mais manejo no mercado, bem como o rateio de despesas. Agora, resta saber se essa junção terá reflexos diretos no consumidor.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments