Bruno Guilherme, CEO da Brasil Futebol Americano.

Bruno Guilherme, CEO da Brasil Futebol Americano.

Primeiramente Bruno Leonardo Guilherme, conhecido no futebol americano como Brunão, tem 37 anos.

Nascido em de Ribeirão Preto interior de SP e vive em Minas Gerais a 20 anos.

Formado em Administração, cursou Engenharia Civil na UFMG e atualmente, faz MBA em Gestão Esportiva.

Além disso, Bruno possui especialização pela Leaders of Learning Harvard, curso oferecido pela universidade americana em plataforma online.

Do mesmo modo cursos direcionados para vendas consultivas, abordagem, gestão e relacionamento, além de técnicas e práticas de negociação e para gerir equipes de alta performance.

Bruno mostra que investe em conhecimento para a excelência em seu trabalho e de toda sua equipe.

Por consequência, como todo apaixonado pelo que faz, Brunão tem como um de seus maiores sonhos ver o Brasil desenvolver o futebol americano como nos EUA, sobretudo, proporcionando aos jovens oportunidades no esporte e educação.

Além de se esforçar em seu trabalho com o esporte, Bruno dedica seu tempo a família, dedicando seu tempo aos três filhos e a sua mulher e também, jogando e assistindo futebol americano.

Bruno é empresário, consultor comercial, além de CEO da Brasil Futebol Americano, na Taça Brasil Hinova de Futebol Americano e na Minas Gerais Football League Hinova.

Desse modo ainda atua como diretor de marketing na Liga Nacional de Futebol Americano. Fora do esporte, Brunão é um homem de negócios, sendo Fundador da BLG Administradora e Corretora de Seguros.

Diretor de marketing na MED Carro, e consultor comercial na empresa Hinova Soluções digitais.

Sobre o Futebol Americano

A princípio, Bruno começou assistindo a convite de seu irmão, “Em 2002, meu irmão viu que teria o Super Bowl daquela temporada, e me chamou para assistir.

Assim depois daquele jogo fez com que eu começasse a gostar e me apaixonar pelo futebol americano”. Definitivamente.

Contudo em 2015, como muitos apaixonados pela modalidade, mas Bruno teve a oportunidade de começar a praticar futebol americano no Get Eagles, e como todo homem de negócios.

Surpreendentemente acabou montando e apresentando um planejamento para profissionalizar a equipe, além de tornar com ajuda da diretoria o time campeão.

“Me tornei diretor administrativo, e depois não paramos mais! Em 2017, o time virou Sada Cruzeiro Futebol Americano, e atualmente, carrega o escudo do Atlético Mineiro – chamado hoje de Galo Futebol Americano – a equipe foi 3 vezes campeã brasileira em 5 anos.

Em 2017 Bruno funda a Brasil FA (Brasil Futebol Americano), uma empresa de marketing esportivo que tem o intuito de desenvolver o esporte, realizaram vários eventos grandiosos e de modalidades de menor popularidade ao grande público, além do futebol americano, o rugby por exemplo.

“Em 2019, criei a Taça Brasil Hinova e a MGFL Hinova (Minas Gerais Football League), assim me afastei da função de diretor de apenas um time, para assumir os novos desafios no futebol americano como um todo.”

Eventos:

Brasil X Argentina no Mineirão, Mato Grosso Bowl na Arena Pantanal, Brasil Bowl na Arena Independência, foram alguns dos grandes eventos organizados por Bruno e sua equipe.

Além de eventos para a seleção e equipes de todo o Brasil, a Brasil FA é responsável pelo maior Camp de Treinamentos para atletas de futebol americano da América Latina:

O Brasil FA Football Camp, que ocorreu em janeiro de 2020, o evento contou com a participação de 250 atletas, 21 estados do Brasil e de 4 países da América latina.

Panorama geral do esporte no mercado brasileiro

Segundo a Confederação Brasileira de Futebol Americano, hoje a modalidade no Brasil, conta com 442 times federados e mais de 18 mil atletas.

Dados da ESPN, apontam que no Brasil mais de 20 milhões de pessoas consomem a NFL, (principal liga americana) em todo o país, e atualmente, o Brasil é o segundo maior consumidor de NFL fora dos EUA, estando atrás apenas do México.

Times grandes no Brasil

Atualmente, vários times de soccer possuem equipes de Futebol Americano, Corinthians, Flamengo, Vasco, Atlético MG e Curitiba são exemplos desse apoio do nosso futebol ao futebol da bola oval.

Como a confederação tem contribuído para a disseminação do esporte?

Bruno Guilherme destaca o excelente trabalho que tem feito o presidente  da CBFA, Ítalo Mingoni, principalmente ao dar transparência em todos os seus atos, e investir no desenvolvimento do futebol americano.

Em uma partida quantas pessoas estão envolvidas?

Em torno de 200 pessoas, entre organização, atletas, comissão técnica e staff.

Campeonatos mais importantes no Brasil?

Taça Brasil Hinova, MGFL Hinova, SPFL, Liga Nacional e Liga BFA.

Audiência

Baseado em dados da rede ESPN, a audiência da NFL cresceu 800% nos últimos anos, a cada Super Bowl que acontece o público aumenta significativamente.

Qual o público-alvo hoje em dia no Brasil?

Maioria do público do futebol americano no Brasil tem ente 19 e 24 anos, mas temos espectadores, praticantes e apaixonados de todas as idades. São 88% Homens e 12% mulheres, e o público feminino vem crescendo consideravelmente.

Quais tem sido as dificuldades para aumentar o público no Brasil?

“A transmissão é um ponto chave, com aumento do número e da qualidade das transmissões vamos alcançar cada vez mais torcedores. Já tivemos transmissões do futebol americano no Brasil para 600 mil pessoas. Se ensinarmos as pessoas a dinâmica de jogo e as regras vamos conseguir conquistar mais torcedores.” , afirma Bruno.

O que podemos esperar de novidades do esporte no Brasil?

“Iremos começar a fazer transmissão STREAMING, no próximos campeonatos. Aguardem!”

Créditos: Ana Dantas

Foto: Jayson Braga

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Esportes