Por que fazer um trekking?  

Começar, primeiramente, com caminhadas mais leves em trilhas (hiking) já traçadas e conhecidas. 

Trilhas mais difíceis

Depois, avançar, assim, para trilhas mais difíceis, sempre indo e voltando no mesmo dia, programando para iniciar cedo da manhã e retornando ao ponto de partida ao menos uma hora e meia antes de escurecer. 

Trekking

O trekking é o próximo passo, com travessias mais longas e assim, com a necessidade de acampar, havendo mais necessidade de preparo tanto do corpo quanto do psicológico.

Natureza

Essas caminhadas junto à natureza, definitivamente, são ótimas para tirar o estresse do dia a dia corrido ou para libertar o corpo e a mente nesses dias de isolamento social. 

Quanto mais preparo físico e mental melhor aproveitamento da caminhada e, com certeza, menores dores musculares e sustos pelo caminho. 

Trilha

O trekking é a evolução da trilha, já que a pessoa faz percursos mais longos e com mais desafios de geologia, acampando, inclusive, uma ou mais vezes, voltando ou não para o ponto de origem ao fim. 

Dependendo do trajeto, então, o trekking pode ser feito por pessoas menos experientes e com menor preparo físico. 

Mas sempre é bom que qualquer dessas atividades seja feita ou com guia ou com pessoas mais experientes que conheçam o ambiente.  

Contudo lembre-se, o trekking exige conhecimento de leitura de mapas e bússolas, exige conhecimento geográfico e pouco usa trilhas demarcadas. 

Com certeza você já ouviu falar ou viu nos jornais pessoas que se perderam ou sofreram acidentes fazendo trilhas ou trekking. 

Ao decidir se aventurar num trekking é fundamental, assim, investir em botinas confortáveis e que permitam passadas firmes e aderentes. 

Além disso, a roupa deve ser confortável, mas uma parca que aqueça e proteja da chuva é indispensável. Boné ou chapéu não podem faltar. 

A mochila deve conter além disso, alimentos, água, filtro solar e repelente, manta térmica, kit de primeiros socorros, sinalizador, um par de meias, uma calça, uma camiseta dry fit, faca de serviço, canivete e lanterna de cabeça. 

Um bastão de caminhada ao menos, seguramente dará mais estabilidade. Há quem prefira andar com dois.

Os retrateis de alumínio são ideais até porque, se houver necessidade de uma escalaminhada, eles pode ficar na mochila. 

Por fim, lembre-se de uma barraca de fácil montagem, um bom saco de dormir e um mini lampião.

Se for fazer fogueira, lembre-se das normas de segurança para não propagar fogo, que é considerado crime. 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Esportes