Exercícios de ombro para homens com mais de 40

  • Redação
  • por em 14 de dezembro de 2020

Homens com mais de 40

Os atuais 40 são os antigos 30 e certamente isso tem ficado cada vez mais comprovado. Homens, igualmente tem cuidado da saúde e da aparência e isso tem trazido não só mais disposição como aparência de mais jovens, mesmo quando assumidos os grisalhos.

Por certo, atividades físicas contribuem muito para que os atuais 40 sejam cheios vida no seu lifestyle, em especial no guarda roupa e nos esportes. 

Exercícios apropriados

Em qualquer idade, por outro lado, as atividades físicas devem ser acompanhadas de uma alimentação saudável e um profissional.

Nunca é, todavia, tarde para começar, mesmo que até os 40 não se tenha levado a sério movimentar o corpo

Afinal, as atividades físicas não servem somente para deixar o corpo sarado mas também preparam para a velhice dando mais liberdade, mobilidade e sustentando ossos e demais órgãos. 

Ombro

Ombro é sempre um problema, ou seja, se na juventude se pratica esportes com muita demanda dos ombros eles se desgastaram.

Por outro lado, mesmo não sendo desgastados, os ombros ficam enfraquecidos com o passar dos anos e precisam de atenção especial.

Dessa forma, o treino de ombros não só fortalece como reduz as dores que acompanham muitas pessoas.

Kettlebell

O kettlebel, aquele peso em forma de bola de ferro com uma alça, então, tem sido o divisor de águas para manter os ombros firmes.

O exercício de halo é, então, muito indicado não só para ombros como escápulas.

Halo

O kettlebel é o mais indicado para fazer o exercício que igualmente pode ser feito com medicine balls e halteres.

Primeiramente, de pé, segure o kettlebell pelas alças, na linha do rosto. Contraia os glúteos e abdome travando as costas com o eixo da coluna.

Em seguida, circule o kettlebell em torno da cabeça no sentido horário até voltar à posição inicial e pare.

Logo após, faça o mesmo movimento em sentido anti-horário.

Definitivamente, cuide da postura, sem curvar coluna ou baixar a cabeça forçando o pescoço para baixo.

O ideal é procurar a orientação de um profissional.

Assim, 3 séries de 8 repetições para cada lado são uma boa dica.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.