Fondue: o prato com a cara do inverno

Fondue: o prato com a cara do inverno

O inverno chegou e trouxe na bagagem uma vontade de comer uma comidinha gostosa. É, assim, que receitinhas cheias de sabor surgem com prioridade para aquecer os dias frios.

Os caldos são a solução cheia de saúde e contribui para a sequência da dieta. Contudo, experimentar novos sabores com moderação está permitido.

Primeiramente pensando nesse momento de prazer, trouxemos para celebrar o inverno uma receita que tem tudo a ver com o inverno: fondue. Ela foi criada na Suíça, durante a Segunda Guerra Mundial, e ganhou o mundo ao longo das últimas décadas.

No entanto surgiu do reaproveitamento de comida pelos componentes. Como, na época, a produção de leite era intensa, havia grande oferta de queijo. Obviamente, com o tempo, o preparo foi aprimorado por grandes chefs.

Queijo: o protagonista do fondue

Na receita, o destaque continua com o queijo. Sendo que os mais indicados são os gruyère, que não é muito salgado, e o gouda. O charme da receita surge com o romantismo e aconchego do prato.

Além disso, a proposta de compartilhamento atrai seguidores, que priorizam a união para apreciar comida boa. A proposta de regionalizar a receita fez sucesso em Minas Gerais, tanto que o queijo canastra se tornou protagonista em muitos lugares do Brasil.

O romantismo do fondue

Então, para aqueles que querem inovar no preparo, a proposta não demanda grandes dificuldades. Para tanto, você só precisará de carinho e um recipiente adequado.

Aprenda fazer fondue de queijo brasileiro

2 ½ xícaras (chá) de queijo minas padrão ralado grosso (cerca de 200 g)
2 ½ xícaras (chá) de queijo gruyère ralado grosso (cerca de 200 g)
½ xícara (chá) de vinho branco
1 dente de alho
2 colheres (sopa) de cachaça
½ colher (sopa) de amido de milho
noz-moscada ralada na hora a gosto
pão italiano para servir

Modo de preparo

Descasque, corte o alho e o esfregue no fundo de uma panela. Para agilizar o processo, faça isso no recipiente que será preparado a receita. Em uma vasilha, misture os queijos ralados. Tenha uma outra tigela para colocar a cachaça e o amido de milho. Então, misture bem com uma colher para dissolver. Reserve.

Agora, coloque o vinho branco na panela e leve ao fogo baixo para aquecer. Quando as primeiras bolhas, junte aos poucos o queijo ralado, mexendo bem com um batedor de arame para derreter e formar um creme liso. Mantenha a temperatura baixa e coloque o queijo aos poucos. Misture bastante para que a gordura separe do queijo e fique bem homogênea.Tempere com noz-moscada a gosto.

Siga com a panela em fogo baixo e coloque a cachaça com amido de milho. Por um minuto, mexa bem. Desligue o fogo e leve a panela para a mesa . Sirva imediatamente com os cubos de pão, filé mignon em tiras ou legumes grelhados.

Fondue: o prato com a cara do inverno

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários estão fechados.