Limonada suíça com limão siciliano e leite condensado

Limonada suíça com limão siciliano e leite condensado

Limonada suíça. As mudanças climáticas tem pedido cada vez mais para cuidarmos da nossa saúde.

Certamente muito difícil pensar em uma feijoada por exemplo, sem uma limonada para aqueles que não apreciam uma bebida alcoólica.

Limonada sem açúcar

A limonada sempre faz sucesso. Há quem tome sem adicionar nem açúcar, nem adoçante e muito menos mel. Contudo há quem precise quebrar um pouco da acidez do limão com algo adocicado.

Primeiramente para quem toma um limão espremido em jejum, não colocar nada parece, assim, algo comum. A limonada suíça é, dessa forma, perfeita para acompanhar qualquer prato, já que é muito refrescante e muito fácil de fazer. Aliás, existem várias versões, para todos os paladares

Limonada suíça com limão siciliano

Ingredientes 

2 limões sicilianos

Um litro de água com gás ou refrigerante de limão (soda) 

1 xícara de xylitol, açúcar de coco ou demerara

Gelo a gosto

Modo de preparo

Lave os limões mas somente descasque um. Em seguida, corte os limões em quatro, retirando o miolo (aquela parte branca) e bata no liquidificador com ½ litro da água ou da soda e o açúcar, até que triture.

Logo após, peneire e acrescente o restante do líquido e o gelo. Consumir imediatamente.

Leite Condensado 

No entanto, se quiser incrementar, substitua o açúcar por uma lata de leite condensado. A limonada ficará cremosa. Existe versões zero lactose, vegana e diet.

Limonada suíça com abacaxi 

Acrescente à receita base, então, uma rodela de abacaxi e sirva a bebida na casca. É bem tropical.

Limonada suíça detox 

Aproveitando que todos estão fazendo detox físico, mental e alimentar do período de quarentena, já que a vida está voltando ao normal, outra opção é com acréscimo de couve. Assim você vai precisar: 

Modo de preparo 

Com a base da receita, acrescente uma folha grande de couve manteiga com talo e bata até ficar bem triturado.

Receita: Limonada suíça com limão siciliano e leite condensado

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários estão fechados.