O que é lifestyle: Kia Araújo por Lucas Machado. Fotos Daniel Magalhães

Kia Araújo Por Lucas Machado

Primeiramente em 2018, eu modelava em um ensaio de alta-costura (na Casa Atelier, em Belo Horizonte), quando fui questionada:

“Kia, o que é LIFESTYLE para você?”.

A princípio, minha resposta foi: “Estar em paz consigo e com suas escolhas, viver a verdade que faz sentido para você”.

O fotógrafo do ensaio (Daniel Magalhães), logo completou:

“Mas um dia perfeito para você tem o quê? No seu tempo livre você gosta de fazer o quê?”.

Imediatamente respondi: “VENTO NO ROSTO!”. “No meu tempo livre eu corro, ou pratico alguma atividade ao ar livre”.

Em 2020, no início da pandemia, já não estava mais dentro de um vestido de alta-costura, mas fui convidada a responder novamente a pergunta.

Dessa vez, em uma entrevista para ninguém menos do que o mestre Lucas Machado – LINK DA MATÉRIA.

Surpreendentemente, 2 anos depois, a resposta não variou muito:

“Sempre adorei ler e escrever (sou advogada), mas os esportes ao ar livre sempre foram meu refúgio”.

Assim, hoje – uma “pandemia inteira” depois – entendi que eu já “vivia o lifestyle”, antes mesmo de entender o conceito da palavra.

Precisei de um ano revelador, como 2020, para entender que tudo que eu dizia era, na realidade, uma coisa só.

Pois, ao mesmo tempo em que o lifestyle te trás momentos de felicidade e te individualiza, ele precisa ser real.

Diferentemente, do que as redes sociais (como o Instagram) podem nos fazer acreditar, por vezes.

Ainda mais porque “viver o lifestyle” pode acontecer das mais diferentes formas (correr, cozinhar, pedalar, ler, clicar, velejar, pilotar, surfar, etc)

Ou até mesmo ao assistir a transmissão de um esporte, coletivo ou individual, e se aprimorar em compreender bem a modalidade.

O que importa, acima de tudo, é o momento ter – constantemente – seu coração.

Lifestyle é você estar feliz com a escolha de dedicar seu precioso tempo, a algo do seu cotidiano.

Entretanto, quem é VOCÊ – e o que te inspira – só você pode dizer.

Ah Kia, mas lifestyle não pode ser trabalhar? Eu, em síntese, penso que sim.

Sobretudo, se o seu trabalho te move, e te faz acordar (quase) todos os dias com sede de viver. Por quê não poderia?!

E me arriscaria a dizer, inclusive, que você é um privilegiado.

Mas, se este é seu caso, não deixe de cuidar da sua saúde.

Já que nem toda profissão envolve movimentar o corpo (enquanto atividade física).

Seja como for, eu sugeriria você encontrar alguma outra atividade – diferente do seu trabalho que te provoque a mesma sede de viver.

Pois, ao mesmo tempo, você experimentará situações, lugares, pessoas e interações diferentes. Experimente!

Viver o lifestyle exigirá que você tire aquilo que carrega no seu íntimo, frequentemente.

E coloque: na roda da sua bike, da moto, na colher da sua receita favorita, no seu marcador de livros, na quilha da prancha, talvez.

Por fim, que tal partir para o “vento no rosto” também, hein?!

Já parou para (re)pensar o que é lifestyle para você? No que te inspira? Tamo juntos nessa.

O que é lifestyle Kia Araújo

Advertisement

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários estão fechados.