Stacey Abrams: a mulher mais indicada ao prêmio Nobel da paz

  • por em 2 de março de 2021

Stacey Abrams: a mulher mais indicada ao prêmio Nobel da paz

Antes de tudo, o ano de 2020 ficou marcado por uma série de fatos que já entraram para a história. Dentre eles, uma das eleições mais aguardadas do planeta.

A corrida presidencial norte-americana foi um verdadeiro divisor de águas.

No entanto, a chegada de Joe Biden e Kamala Harris à Casa Branca recebeu influências de uma advogada e política extremamente forte: Stacey Abrams. Afinal, sua atuação foi decisiva para fazer o Estado da Geórgia derrotar Donald Trump.

Quem é Stacey Abrams?

Advogada. Nascida no Estado da Geórgia, Abrams sempre esteve ligada às pautas sociais, principalmente na luta pelos direitos civis da população negra.

A ativista atuou na Câmara dos Representantes pelo mesmo Estado entre os anos 2007 e 2017. Posteriormente, Abrams concorreu ao governo da Geórgia pelo partido Democrata, mas não conseguiu por 2 pontos percentuais.

Quais são as causas sociais e humanitárias que apoia?

Em plena corrida pela Casa Branca, muitos eleitores foram excluídos da lista de cidadãos aptos para o voto. Consequentemente, parte considerável desses indivíduos era formada por pessoas negras.

Projeto

Entretanto, para sanar esse déficit de acesso ao voto, Stacey Abrams criou o projeto ‘Fair Fight Action’. Com isso, a atitude procurou desenvolver a promoção do registro eleitoral na Geórgia – um dos locais decisivos para a vitória da chapa Biden-Harris.

Há que se ressaltar que Abrams nasceu no mesmo Estado que o lendário Martin Luther King Jr. (1929-1968).

Embora ambos pertençam a tempos diferentes, a luta pelos direitos de cidadãos negros tornam esses dois expoentes necessários no entendimento da sociedade norte-americana.

Indicação

Stacey Abrams recebeu a indicação de Lars Haltbrekken, membro do parlamento norueguês. De acordo com Haltbrekken, a escolha se deu pelo fato de Abrams trilhar os mesmos passos de Luther King “na luta pela igualdade perante a lei e pelos direitos civis”.

O parlamentar fala que os esforços de Stacey Abrams são para unificar os Estados Unidos em uma só nação.

A premiação será anunciada até dezembro de 2021.

Stacey Abrams: a mulher mais indicada ao prêmio Nobel da paz

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários estão fechados.