Tarform: motocicleta sustentável

Certamente uma das maiores preocupações das novas gerações é com o meio ambiente e a sustentabilidade. Essa é real nossa esperança.

Mas pessoas das faixas dos 40 e 50 anos também levam isso muito a sério. 

Por isso, a cada dia estudos e startups estão surgindo buscando produtos sustentáveis e os veículos estão na lista.

Assim, para deixar de usar derivados de petróleo, minério de ferro e borracha, por exemplo. 

Startup 

Nessa vibe ambientalista, a startup Tarform, com sede no bairro Brooklyn em Nova Iorque ganhou as manchetes dos jornais como o The New York Times trazendo a maior inovação dos tempos. 

Desta forma, trata-se da motocicleta do Amanhã, feita com “couro” de abacaxi e “plástico” de linho.  

Mas ela não é só sustentável, é linda e tem um design incrível no estilo café racer que mistura futuro e passado.  

Aliás, engana-se quem pensa que é uma moto leve, é pesada e com ótima tocada para estradas e cidade.

A pilotagem é impecável e traz junto a tecnologia que auxilia no dia a dia. 

Desperdício zero 

A ideia dessa moto é o desperdício zero, com produtos recicláveis e biodegradáveis, e além disso, ela é elétrica. 

O fundador da startup Tarform,Taras Kravtchouk, assim, declarou ao The New York Times que a ideia partiu da construção de uma bicicleta elétrica ecologicamente correta. 

Nesse sentido, os assentos são de couro vegano, uma mistura de abacaxi, manga, milho e outras fibras naturais e o plástico dos painéis é feito de linho. 

Por outro lado, os pigmentos que pintam a moto são derivados de algas e não se usam tintas. 

Contudo, a moldura é de alumínio reciclável, claro. 

Da mesma forma, a bateria é reciclável e poderá ser trocada por mais avançadas de acordo com  a melhora da tecnologia, sem voltar com a antiga para o lixo convencional. 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.