30 hábitos que podem acabar com o seu dia

Por que é tão complicado mudar hábitos?

Antes de tudo, precisamos entender como nosso cérebro funciona.

O cérebro é dividido em 3 unidades funcionais

  • Nossos instintos agem no sistema reptiliano
  • Nossas emoções e memórias são automáticas e agem no sistema límbico
  • Nossa consciência racional age no neocórtex – novo córtex, ele que nos diferencia dos animais, nossa capacidade de raciocinar.

Pois na verdade, quem comanda nossa vida e nossas atitudes são as nossas emoções e não a nossa consciência racional.

Ao mesmo tempo, é sabido que a função principal do nosso cérebro é poupar energia e sobreviver.

Por isso é tão difícil mudar um habito, pois tudo que seu cérebro puder fazer para não ter um gasto “desnecessário” no entanto ele faz.

Primeiramente Já é estudado na neurociência que vamos repetir hoje 95% das nossas atitudes, pensamentos e hábitos de ontem.

O que você anda repetindo todo dia que está te fazendo mal?

Hábitos cotidianos que drenam a nossa energia

1- Ficar preso no passado
2 – Levar tudo que acontece para o lado pessoal
3- Tentar agradar todo mundo
4- Não viver o momento presente
5- Dormir mal
6- Fofoca
7- Má alimentação
8- Reclamar o tempo todo
9- Pensar demais
10- Ficar preso nas redes sociais se comparando
11- Ser dramático
12- Se colocar no papel de vítima com tudo que acontece
13-Sobrecarregar-se de tarefas
14- Dizer sim quando quer dizer não
15- Deixar o passado falar pelo seu futuro
17- Querer controlar tudo
18- Ficar perto de pessoas negativas e reclamonas
19- Se conformar com tudo
20- Impontualidade
21- Impaciência
22- Correria
23- Se comparar o tempo todo
24- Se importar com o que os outros pensam e falam
25- Se autocriticar
26- Duvidar da sua capacidade
27- Não saber receber elogios
28 – Pensar só no negativo
29- Procrastinar
30 – Desistir facilmente das coisas

O primeiro passo é identificar um habito ruim e planejar as mudanças de hábitos.

A próxima matéria vai ser sobre como adquirir hábitos saudáveis. Gostou da matéria? Me conta o que achou no meu instagram

@marjorieseidelm: https://www.instagram.com/marjorieseidelm/

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.