O que é essencial para começar a praticar Yoga e quais benefícios

Inicialmente é importante saber que o Yoga, uma prática indiana de disciplinas físicas e mentais.

Tem sido a busca de muitas pessoas para encontrar o seu equilíbrio interior e até mesmo emagrecer. 

Nesse sentido, é feita meditação, respiração adequada e movimentos que podem garantir consciência corporal, elasticidade e alongamento e tonificação muscular. 

Existem, assim, vários tipos de Yoga que podem ter maior ou menor intensidade, mas cada um deles, desde os para iniciantes como yoguis avançados. 

Essa prática costuma também envolver a alimentação saudável e sendo assim, há consciência alimentar, mastigando devagar, várias vezes e sem interferências tecnológicas.  

Então, é filosofia de vida e por isso ser vegetariano faz parte da vida do yogui, sem desperdícios. 

Definitivamente, traz grandes benefícios para a saúde: 

Primeiramente, diminui a ansiedade, o estresse e combate a depressão. 

Em segundo lugar, promove emagrecimento e condicionamento físico. 

Em terceiro lugar, alivia dores do corpo. 

Da mesma forma, o Yoga controla a pressão arterial e os batimentos cardíacos prevenindo doenças cardio vasculares. 

Igualmente, melhora a qualidade do sono e melhora a memória e a concentração. 

Da mesma forma, por permitir a consciência corporal e o autoconhecimento, garante prazer sexual. 

Nesse sentido, é uma prática boa para todos, inclusive para gestantes, já que também prepara o corpo para o momento do parto e idosos que precisam de mais independência corporal. 

Aplicativos

Já que estamos em isolamento social, o Yoga pode começar em casa e existem aplicativos gratuitos para auxiliar nessa prática: 

Pocket Yoga, Simply Yoga,  Yoga.com Studio, Daily Yoga e Yoga Studio. 

Enfim, tomada a decisão de começar essa prática, é necessário providenciar um tapete (emborrachado e especial para a atividade).

Almofadas comuns (sugerimos que de tecido de algodão e sem penduricalhos). 

Também é necessário providenciar almofadas de meditação (ovaladas e próprias para esse fim), therabands, tijolos, rolos e cordas. 

Por fim, lembre-se de usar roupas leves e que permitam o movimento.

Muitas pessoas preferem fazer ao som de músicas de meditação e acender um incenso de lavanda, capim limão ou sândalo para ajudar a relaxar.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.