Regente do bloco de carnaval mineiro “Então Brilha” lança músicas inéditas

Bloco Então Brilha. Primeiramente, Di Souza trabalhou duro em prol de toda a ascenção do Carnaval de Belo Horizonte. Regente do bloco “Então brilha”.

Então Brilha carnaval Belo Horizonte

O músico entretanto sempre colocou o empreendedorismo nato como fio condutor de todo o trabalho realizado com o carnaval da capital de Minas Gerais.

Assim o “Então brilha” ficou famoso pelo desfile iniciado antes das 6h e por deixar claro que “gente é pra brilhar!”.

Di traz muitas facetas artística, mas que vão muito além de toda a construção já realizada.

Di Souza e o trabalho autoral construído na pandemia

Multiartista, agora, ele mostra para o público mais uma presente. Agora, ele voltou a se dedicar ao autocom ral.

O resultado foi um projeto solo lindo em que serão lançadas até o final deste ano.

De acordo com Di, o amor pelo carnaval é parte importante dele. Mas, agora, ele quer mostrar mais ao público e toda a versatilidade que trouxe ele até aqui.

Amor pelo carnaval

“Com esses três singles eu abro pra galera um Di Souza que pouca gente conhece, que reverencia a simplicidade das notas, a sutileza das canções e o afeto da música popular brasileira”, conta.

Trajetória de um multiartista

Todo esse trajeto foi maturado durante o isolamento social. Já que foi nesse tempo que as letras e melodias surgiram.

“A quarentena revelou muito sobre nós. Nos fez prestar atenção nos detalhes, valorizar quem temos, o que temos.

Acredito que as pessoas vão ouvir, se identificar, se apaixonar, refletir, demonstrar afeto.”, diz.

Hoje, o público conhecerá a primeira canção do trio que será lançado ao longo do ano.

Na letra de “Consigo”, Di Souza celebra a liberdade de um amor leve, tranquilo e sempre em construção, com a sua companheira de vida.

Trata-se de uma canção que persiste, acredita e celebra o encontro, apesar do medo.

Vídeo clipe de artista mineiro

O clipe da música, que transpira amor e diversidade, estará disponível no dia 9 de novembro e reforça a profundidade proposta pelo compositor.

Com uma coreografia elaborada por ele mesmo em parceria com a bailarina Gabriela Chiaretti.

O roteiro é conduzido pela dança e troca de olhares entre diversos casais.

Di Souza e a versatilidade cultural

Artista de muita expressividade, contudo Di Souza, traz na bagagem a experiência de vida de quem nasceu na roça, criou-se na favela e habita a cidade urbana.

Nome forte no Carnaval de BH, o multiartista, ou simplesmente ativista cultural.

Porém mostrou toda a veia de compositor, em 2005, quando lançou o primeiro disco autoral.

“Não devo nada pra ninguém” traz um trabalho de alto nível.

Por fim foi bastante elogiado pela crítica. Para 2021 já está previsto o lançamento do 2ª álbum, todo autoral.

Regente do bloco de carnaval mineiro “Então Brilha” lança músicas inéditas

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.