Grife Chanel lança vinho rosé orgânico

Vamos lá. Pense em uma marca que alia sofisticação e bom gosto.

Chanel vinho rosé orgânico

Então, imagine tudo isso ligado ao potente mercado de vinhos. Gostou da ideia? A grife Chanel também.

Tanto que a marca decidiu usar todo o tamanho e atuação no mercado de luxo para caminhar por produtos que não, necessariamente, sejam do mundo da moda.

Domaine de I’lle, uma vinícola orgânica

E com toda a tradição da marca esse processo de expansão não poderia ser aleatório.

Por isso mesmo, a chancela de todo o trabalho da marca veio com a marca Domaine de I’lle, uma vinícola orgânica localizada na ilha de Porquerolles, na região da Provence, na França.

O vinho não conta com adição de açúcar, tampouco produtos químicos e se apresenta com preços bem acessíveis – aproximadamente 25 euros a garrafa.

Chanel 70% produção de vinho rosé

Todo esse trabalho sempre teve um objetivo muito bem traçado.

A ideia era a de produção de vinho rosé e, enfim, isso aconteceu, com destaque de 70% da produção, mas que conta com opções brancas e tintas.

Sendo que os rosés têm toda a singularidade das nuances frutas, bem como aromas frutados e o preço gira em torno de 19 euros.

A safra de 2018 traz o vinho Rosé Cuvée, que na boca, entrega frutas ácidas, como tangerina e damasco, além de uma bebida com muito corpo e equilíbrio.

A bebida conta com o presente de cinco uvas (cinsault, grenache, mourvèdre, syrah e tibouren).

Mas a opção não fica restrita ao vinho rosé. A marca também conta com a opção branca que também é orgânico e produzido pela vinícola.

Entretanto, a atuação da Chanel nesse universo não começou (muito menos parou) na Domaine de I’lle. Muito pelo contrário.

Essa é apenas mais uma das aquisições da grife, que já coleciona outras quatros vinícolas – três em Bordeaux, também na França, e uma no Vale
de Napa
, localizada nos Estados Unidos.

Grife Chanel lança vinho rosé orgânico

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.