Yoru: Japonês Contemporâneo

Yoru: Japonês Contemporâneo no Vila da Serra

O sorriso solto tem tudo a ver com o nome escolhido por Eduardo Augusto Tristão Siqueira (ou, simplesmente Duda) para o seu novo empreendimento: o restaurante japonês Yoru. O nome da casa, que significa noite, tem tudo a ver com o perfil do nosso entrevistado, que também é conhecido como o “homem do ‘sim’’ e conselheiro para qualquer momento.

E olha que a gentileza de Duda não é restrita ao mundo da Gastronomia. Já que, ao longo dos anos, ele percorreu por muitos caminhos e criou identidades em segmentos diferentes. A passagem pelo entretenimento e os 20 anos na Vide Bula [marca que teve seu auge nos anos 80] ajudaram na construção empreendedora.

Na Gastronomia, mais uma vez, ele mostrou que a criatividade não tem limites. Tanto que à frente da risoteria Sorriso, no bairro de Lourdes, ele surpreendeu e trouxe um conceito inovador para a “capital mundial dos bares e restaurantes”. Além disso, Eduardo teve uma passagem pelo Sakanã Sushi e, recentemente, abriu o Yoru Japonês Contemporâneo no Vila da Serra.

Yoru Japonês Contemporâneo

O restaurante, no entanto chegou com uma proposta de oferecer diversão nas madrugadas do bairro mais badalado de Nova Lima (Vila da Serra). A experiência diversificada de Duda promete ser um dos pilares fundamentais da casa. “O principal desafio é fazer a equipe ter o entendimento de que a experiência no restaurante vai muito além de uma ótima gastronomia.

Na Europa mediterrânea, por exemplo, existem movimentos que mostram a mudança no holofote do chef de cozinha, para o mestre de salão”, conta. Isso mostra que o mundo tem cada vez mais valorizado todo o contexto geral da experiência. Nesse sentido, o atendimento de alto padrão surge como uma prioridade, além de destaque no mercado.

A madrugada no Vila da Serra

Além desse desafio, Eduardo conta que colocar a ideia das “noites à vontade” é outro ponto que será priorizado. “Oferecemos opção de diversão e relaxamento nas madrugadas e, durante todos os dias da semana. Para você ter ideia, de segunda a quinta-feira, das 19h às 2h; e sexta e sábado, das 19h às 4h. O descanso ficará para o domingo”, fala aos risos.

Tudo isso surgiu para atrair o cliente, com uma fórmula diferente do que tem sido aplicado na cidade. “O consumidor está cada vez mais ‘nômade’ em suas escolhas, ou seja, ele está avesso aos rótulos. Tanto que pode correr uma maratona e sentar num boteco, em seguida. Não existe um padrão muito definido de consumo e o nosso grande desafio, como empreendedores, é antecipar as demandas, levar soluções e encantar os clientes”, ensina.

Esse encantamento, aliás, é o grande destaque, na minha opinião, do processo conduzido pelo Duda. No restaurante, o sorriso é a grande porta de “boas-vindas” e a concentração em cada detalhe inspira. Inclusive, quando pergunto sobre uma frase que o conduz pelo mercado, ele é categórico: “não perca a chance de encantar seu cliente… e confesso … 100% de nossos convidados permitem serem encantados.”

O que eu mais gostei:

Entradas: obviamente, os sashimi. Eles estão deliciosos e com propostas diferenciadas.

O carpaccio bovino também é uma delícia.

Ah, a drinqueiria ficou incrível…

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
duda siqueira
duda siqueira
2 meses atrás

” Noites a vontade ” amigos, abertíssimo , valeu machado !!!

Leandro Augusto
Leandro Augusto
1 mês atrás

Duda é referência quando se trata de atendimento ao consumidor, pra falar a verdade, quando estamos nos referindo ao Eduardo não devemos nos prender ao termo “atendimento”, o que ele oferece desde sempre é ENCANTAMENTO!! Esta é a palavra mais adequada para definir o trabalho do Duda.

Parabéns meu Amigo, sucesso e mais sucesso para você e todos seus planos.