Alimentos vivos: a mudança na alimentação que traz mais saúde

Alimentos são o combustível do corpo, auxiliam no combate e prevenção às doenças.

Bem como no emagrecimento e manutenção do peso e, claro, como fonte de energia. 

Benefícios

Com tantos benefícios, todos os dias mais pessoas buscam os chamados alimentos vivos para compor a rotina alimentar e, dessa forma, trazer uma alimentação mais saudável. 

Qualidade de vida: alimentação natural um caminho sem volta: https://lifestyle.uai.com.br/lifestyle/qualidade-de-vida-alimentacao-natural-um-caminho-sem-volta/

Alimentos ultra processados

Sem dúvida os alimentos ultra processados, as comidas industrializadas, por anos ganharam muita força.

Pela praticidade e pelo estilo de vida agitado, com a justificativa de que as pessoas tinham pressa em suas refeições. 

Vieram, então, os congelados, os fast food, as comidas prontas  e com esses alimentos, não só a obesidade, mas também diversas doenças surgiram ou foram potencializadas. 

Alimentos vivos

Nesses últimos dez anos movimentos como o slow food, o comfort food, o mindfullness e a busca por mais saúde vem trazendo dia após dia.

Dessa forma, a busca por alimentos de verdade, onde se abram muito menos embalagens. 

Os alimentos vivos são uns dos mais procurados nessa nova vibe alimentar que tem ganhado muitos adeptos diariamente.

Aliados a eles, os orgânicos, todos sempre que possível produzidos em casa, potencializando o autocuidado.  

Sobretudo, quando se trata de alimentos vivos, quer-se dizer daqueles que são totalmente naturais como frutos, frutas, legumes, verduras e sementes germinadas e que são consumidos crus. 

Alimentação viva

A adoção da alimentação viva traz não só saúde e bem estar como cores e sabores. Ademais, é uma forte aliada detox, ou seja, consegue eliminar as toxinas, além de ser melhor digerida pelo organismo. 

Além disso, o alimento vivo garante mais absorção de nutrientes já que os alimentos cozidos perdem minerais, vitaminas e proteínas. 

Inegavelmente, consumir os chamados alimentos vivos garante não só melhoria do funcionamento do intestino e do sono como também melhora o humor. Sem contar que melhora também o vigor mental e físico. 

Ademais, os alimentos vivos auxiliam na prevenção de cânceres, diabetes e doenças cardiovasculares. 

Assim como outras dietas, a alimentação viva não é monótona nem limitada. Podem ser feitos sucos para serem tomados pela manhã, deliciosos e detox, além de muito nutritivos que, acima de tudo, auxiliam na imunidade. 

Também é possível, igualmente, fazer tortas, doces e salgados sem uso de farinhas, açúcares ou produtos de origem animal. Então você já percebeu que a alimentação viva se alinha com o veganismo, certo? É verdade. 

Assim sendo, sempre que possível, adote ao menos uma refeição com o uso de alimentos vivos. Faça ao menos um suco caprichado ou use as sementes germinadas para compor sua salada. Seu corpo agradece. 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments