Chuchu é aliado ao emagrecimento

O chuchu ganhou status de sem graça na cozinha e muita gente torce o nariz para ele.

Contudo, é preciso que você saiba sobre todas as potencialidades desse vegetal, que é um dos grandes auxiliares de um plano alimentar saudável.

Isso ocorre, principalmente, devido ao baixo teor calórico. Para se ter uma ideia, em 100 gr de chuchu cozido, por exemplo, concentra-se 21 calorias, além de ações que previnem doenças e até queda dos cabelos.

Chuchu base de hidratação

A grande quantidade de água é um ótimo auxiliar para pessoas com necessidade de hidratação e age como limpeza do organismo da ação de toxinas.

A quantidade de fibras dietéticas também merecem destaque têm ação direta na regulação da açúcar no sangue. Dessa forma, o consumo é recomendado por diabéticos.

Prevenção de doenças nos ossos

O chuchu também é fonte de cálcio, magnésio e fósforo e, por isso, é muito indicado para prevenção de osteoporose.

O combate à doenças ocorre, principalmente, devido à concentração de elementos oxidante – o que fortalece todo o sistema imunológico.

Para quem precisa de energia, o vegetal é muito indicado. Já que os componentes são agentes energéticos naturais e têm ação fortificante em todo o corpo.

Chuchu e emagrecimento

O processo de emagrecimento tem no chuchu um aliado não apenas pela baixa calórica. Mas também pela ação oxidante, que realiza uma completa limpeza no organismo e ajuda a desinchar todo o corpo.

No caso das mulheres grávidas, ele é muito indicado e deve ser consumido com frequência durante toda a gestação.

Até porque, ele tem ligação direta no desenvolvimento do bebê pela presença de ácido fólico (que age diretamente no desenvolvimento neurológico do bebê) o que representa um completo suplemento natural.

E para quem anda um pouco desanimado e com aspectos depressivos, boas doses de chuchu ajudam na recuperação da vitamina B, responsável por estimular o organismo a combater a fadiga e a detestar.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.