Whindersson Nunes ajuda menina vítima de estupro

Primeiramente, gostaria de convidar você para iniciarmos este texto com uma reflexão sobre essa postagem realizada ontem pelo youtuber Whindersson Nunes, na rede social:

“A terra devia estar em paz com tantos Jesus nas redes sociais, tantos imaculados.

Me preocupa o tanto de atrocidades que essa criança vai ouvir no decorrer da vida.

Alguém da família entre em contato, quero ajudar com toda assistência psicológica até os 18 anos”.

O tuíte que veio numa sequência em tom desabafo tinha como prioridade o debate sobre a gravidez de uma criança, no Espírito Santo.

Contudo, a principal notícia do domingo não ficou restrita à indignação o apresentador.

Sara Winter e as fakes news

Depois de se envolver em recentemente polêmicas e responder à acusação de crimes pela divulgação de fake news, Sara Winter voltou aos holofotes – e não fez nem um pouco bonito.

Dessa vez, ela decidiu que tinha o direito de divulgar o nome da menina vítima de estupro e o hospital em que a criança está internada para realizar o aborto autorizado pela justiça.

Inacreditavelmente, Sara, que já fez parte do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, utilizou as redes sociais para solicitar que as pessoas rezassem de “joelho no chão”, pois o “aborteiro” estava chegando.

Ela acionou o gatilho de ódio e extremistas religiosos foram até a porta do hospital em protesto contra o aborto.

Menina estuprada grávida

O caso ganhou o noticiário em 8 de agosto. Após passar por consulta médica foi constatada a gravidez.

A menina contou para a polícia que o tio abusava dela, desde os 6 anos, mas, por medo e ameaças, ela nunca havia denunciado. No entanto, mesmo com toda a divulgação, ele segue desaparecido.

O Twitter Brasil derrubou, mais uma vez, o perfil da extremista que, provavelmente, responderá em juízo pela irresponsabilidade.

Whindersson, inclusive, fez uma súplica aos milhares de seguidores: “E a todos os evangélicos e católicos que me seguem, gente dá pra adorar a Deus e ter noção das coisas da vida, uma criança de 10 grávida quer dizer que toda a sociedade ao redor dela falhou e precisa rever muito seus conceitos, não caiam em papo de LUNÁTICO”.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.