7 benefícios do feijão azuki e receitas deliciosas

O feijão azuki, à primeira vista, não parece feijão. Roxo, de grãos menores e mais arredondados, poderia ser confundido com um arroz integral. Mas é feijão e faz muito bem para a saúde. 

Sua origem é japonesa e por isso ele também é conhecido por feijão japonês e seu sabor é definitivamente delicioso, podendo ser feito para comer com arroz, como caldo e até mesmo para compor uma salada. 

CONFIRA MAIS RECEITAS NO NOSSO SITE: https://lifestyle.uai.com.br/saude/habitos-alimentares-saudaveis/

Aliás, esse pequenino é uma explosão de benefícios já que contém Complexo B, fibras, zinco, potássio, cálcio, ferro e fósforo. E acredite, há que use esse feijão para fazer doces! 

Cirurgia bariátrica

Esse feijão não fermenta como os outros e assim, não deixa a barriga estufada se for consumido como caldo ou como uma feijoada, por exemplo. Significa que produz menos gases e ainda é diurético. Bom para quem fez bariátrica. 

O Azuki é, além disso, indicado para auxiliar na regeneração dos rins, além de contribuir para controle de hipertensão, diabetes e refluxo, mantendo também a saciedade e por isso ajudando a emagrecer.  

Combate a anemia

Inacreditavelmente, esse grãozinho auxilia ainda quem tem pedra nos rins ou na vesícula, porque ajuda na expulsão das pedras pelo organismo.

Além de ajudar também a prevenir a osteoporose, melhora a digestão e combate a anemia. 

Mas o surpreendente é ainda ter características detox por causa do molibdênio que ele concentra em abundância. 

Para qualquer receita, a base principal é cozinhar o feijão e dessa forma, depois de bem lavado e escolhido, o ideal é que fique de 12 a 15 horas de molho e que seja cozido por 30 minutos em panela de pressão. Só depois de cozido temperar. 

Salada 

Primeiramente colocar numa saladeira depois de higienizados e na quantidade desejada: alface americana picada à mão, radicio picado à mão, tomate cereja cortado em 2, muçarela de búfala cortada em dois, feijão azuki cozido e sem caldo. Temperar com azeite, aceto balsâmico ou limão capeta e salpicar farinha de linhaça

Sopa 

Depois de cozido deixar o caldo, amassar alguns grãos para engrossar o caldo e acrescentar já cozidos:  2 cenouras picada pequeno, ½ cebola roxa picada pequena, uma proteína a gosto (carne de boi, frango ou ovo cozido são ideais), duas colheres de sopa de ervilha e cebolinha para decorar. Temperar a gosto. 

Feijão puro 

O feijão puro temperado com alho, cebola, páprica e pimenta fica delicioso para ser comido com arroz ou até mesmo puro. Refogar o alho e a cebola, misturar no feijão e depois colocar o sal a gosto, a páprica e a pimenta. 

Comida viva 

Para os adeptos da “comida viva”, germinar os grãos e fazer com uma salada com bacon, broto de feijão ou de bambu, capuchinho (flor comestível) e temperar com azeite, sal a gosto, pimenta a gosto e à escolha (sugerimos biquinho) 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.