Maxalalagá e a Orquestra dos Pássaros Biônicos

Maxalalagá e a Orquestra dos Pássaros Biônicos

Ele vem lá do cerrado mineiro…com canto desorientado e resistência à ameaça. Essa, aliás, é a característica inicial do pássaro Maxalalagá que é original do Cerrado. E foi essa inspiração que trouxe vida para o casal “Maxalalagá e a Orquestra dos Pássaros Biônicos”.

O projeto nasceu de uma parceria de longa data entre o casal Flávia Ribeiro e Violeo lima”. Ela é cantora, compositora e produtora cultural. Enquanto ele é compositor, arranjador, multi-instrumentista e artista plástico. Projeto com uma energia incrível, orquestrada pelo casal amante da música e cultura.

Segundo especialistas, o que mais impressiona no projeto é a qualidade musical. A “Orquestra dos Pássaros Biônicos” tem no DNA as indagações humanas, mas traz motivações de crenças em um universo mais justo.

Louca profética

Entretanto tudo isso embasado num processo criativo com importantes reflexões. Inclusive, o lançamento do single e do clipe de “Louca Profética” segue a tradição de idealização de todo o projeto.

Em relação à estrutura audiovisual, a mistura é o ponto alto do projeto. Por outro lado o clipe gravado no estádio Mineirão materializa exatamente a alma dos artistas.

Inclusive foram essas reverências que conduziram a estreia do renomado estilista mineiro Rodrigo Fraga, nas produções de clipes. Ele assina o figurino e contribuiu para várias etapas da produção artística.

De acordo com Rodrigo, criar a concepção visual para o “Maxalalagá e a Orquestra dos Pássaros Biônicos” é transportar para a indumentária todos os sentimentos que as músicas me causam. “Se essas músicas fossem roupas, como elas seriam?”, indaga o estilista.

Provavelmente, as músicas seriam exatamente como a proposta que o estilista trouxe, já que a produção complementa o compasso de toda a musicalidade do grupo.

Encontro de almas e cultura

Flavia e Leo são bem conhecidos em Belo Horizonte. Já que foram os responsáveis pela fundação do bloco Fúnebre. Além disso, têm a assinatura dos trabalhos com a Banda Eleonora e Festival Dendicasa.

Em relação à musicalidade, eles trazem potência que transita em arranjos repletos de calmaria. Tanto que para construção da Orquestra dos Pássaros Biônicos Violões, Flautas, Clarins, Guitarra, Piano, Órgão Hammond, Oboé, Clarinete, Violinos, Tímpanos, Sinos e toda uma gama de timbres.

Assim a ideia de que amar requer uma grande coragem é o que coordena a canção “Louca profética”, que poderia ser descrita como um belo hino apaixonado. Assim como o incentivo ao autocuidado em cada combinação da letra, que, na verdade, parece uma linda combinação de poesia.

Assista o clipe: https://www.youtube.com/watch?v=zzYMXWEskFI

Orquestra dos Pássaros Biônicos

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários estão fechados.