Mercado de orgânicos impulsiona consumo de alimentos naturais

Mercado de orgânicos impulsiona consumo de alimentos naturais

O isolamento social trouxe a necessidade de pisar no freio que muita gente vinha ignorando, há tempos. Isso porque, as desculpas de rotina acelerada e mil compromissos no fim de semana perdeu todo sentido

Em contrapartida, muita gente passou a avaliar a necessidade de consumo consciente e, principalmente, do cuidado efetivo com a saúde. Os alimentos naturais sao extremamente necessários a nossa vida.

Confira em nosso site quais os chamados alimento “livre de” malefícios a saúde: https://lifestyle.uai.com.br/saude/o-que-voce-consome-e-livre-de-maleficios-para-a-sua-saude/

Alimentos orgânicos

Por isso, apesar do impacto da pandemia em vários segmentos da economia, o setor de alimentos orgânicos tem apresentado números otimistas, principalmente devido ao consumo de hortifrúti nos supermercados e feiras.

A busca por alimentos naturais é uma das principais engrenagens de todo esse aumento. Tanto que, de acordo com dados da consultoria Euromonitor Internacional, em 2016, o mercado brasileiro de bebidas e comidas saudáveis chegou a contabilizar R$93.6 bilhões em vendas.

Potencial para 2021

Número com potencial de muito mais crescimento, já que a entidade avalia que, até 2021, esse segmento deve aumentar ainda 4,4%. Sendo que, as vendas giram em torno de uma taxa média de 12,3% de vendas.

A realidade de rastreabilidade do que é consumido é necessariamente parte do negócio. E o relatório Tendências Mundiais de Alimentação e Bebidas 2017, organizado pela agência de pesquisas Mintel, legítima todo esse cenário.

Até porque, ele deixa muito claro que o consumidor tem prestado atenção nos rótulos e naquilo que consome.

Produtores brasileiros de olho em todo esse potencial têm investido em selos e certificações, a fim de gerar confiabilidade ao consumidor.

Com isso, o país vem se tornado um grande exportador desses produtos. Ao todo, são cerca de 15 mil propriedades verificadas e em processo de transição, sendo que 75% são de agricultores familiares, segundo dados do Sebrae.

Mercado de orgânicos

O governo brasileiro oferece linhas de crédito especiais e incentiva a transição das lavouras tradicionais para as orgânicas. Caminho que fomenta grande parte do cenário econômico do Brasil, que ocupa o quarto lugar do mundo e não para de crescer.

E para que não fiquem dúvidas quanto à potencialidade do segmento, a Euromonitor afirma que o mercado nacional de alimentação ligada à saúde e ao bem-estar cresceu 98% entre 2009 e 2014. Números que hoje movimentam cerca de US$ 35 bilhões (ou R$ 140 bilhões) todos os anos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.