Bikes elétricas: mobilidade urbana  

Frequentemente deve passar pela sua cabeça que uma bike elétrica, também conhecida como e-bike ou bike techie não auxilia nas atividades físicas.

Contudo, você não percebeu que essa bike é um hibrido que dá todas as possibilidades de locomoção:

ela pode levar você ao trabalho sem suar e pode levar a uma trilha incrível.

Transporte elétrico e do pedal

Mas na verdade ela traz o melhor do transporte elétrico e do pedal, permitindo o seu multiuso.

Bikes elétricas

E assim tanto a atividade física quanto a locomoção sem suor exagerado.

Essas bikes são, assim, o sonho de consumo de uma galera muito antenada no transporte consciente.

Que tem como objetivo o abandonar os carros no dia a dia e também nas trilhas espalhadas por ai.

Existem, inclusive, bikes importadas que chegam a custar R$ 150 mil reais, extremamente leves por serem de fibra de carbono e com peso em torno de 9kg.

Gorilla

Outras, entretanto, tem preços mais acessíveis, em torno de R$ 10 mil reais, de projeto brasileiro e que encanta por seu design e por ter o toque mineiro, como o caso da Gorilla.

Aliás, as bikes tem sido tão procuradas tanto para transporte como para atividade física.

Que estão com escassez de oferta delas e dos acessórios em todas as lojas especializadas.

As bicicletas elétricas são, então, um meio de transporte sustentável, com um motor elétrico, recarregável, autonomia e velocidades bem boas.

Por certo, o uso da e-bike pode reduzir a frequência cardíaca, se usado somente o modo elétrico, mas no pedal, toda a perda é compensada.

Afinal, as bikes techies tem sido cada vez mais vistas no mundo todo, tanto como transporte alternativo quanto para exercício físico de impactos baixo a alto.

Por outro lado, existem modelos que são totalmente urbanos e não comportam trilhas, como as de aro 20 dobráveis, que não acelera sozinha.

Não apenas, as urbanas contam ainda com a versão triciclo, para os que tem medo das duas rodas ou para os integrantes dos 60+ que não tinham o hábito de pedalar e preferem mais estabilidade.

Da mesma forma, outros modelos tem buzina, controle remoto, alarme, cesto, banco de carona e outras facilidades.

Mas certamente, os modelos que mais fazem sucesso são aqueles que podem ser usados na cidade e nas trilhas.

Entretanto, para aqueles que chegaram até aqui e pensaram: com o preço de uma bike compro uma moto ou uma scooter, lembrem-se; a pegada é outra!

No pedal, não deixe de usar os equipamentos de segurança, respeitar as regras de trânsito, se proteger dos motoristas imprudentes e sempre ter uma garrafinha de água em mãos.

Bikes elétricas: mobilidade urbana

Quer saber sobre bike elétrica em BH : https://www.instagram.com/gorillabikes/

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.